Série A Roda do Tempo de Robert Jordan

Olá pessoal! É com grande satisfação que hoje apresento a vocês uma das melhores séries de Fantasia Épica de todos os tempos e, particularmente, uma das minhas favoritas. Estou falando da série The Wheel of Time ou A Roda do Tempo, como a série é conhecida no Brasil,  do escritor norte-americano Robert Jordan.

Originalmente, a série foi planejada para ser uma trilogia, embora eu tenha lido informações que contam seis livros originalmente planejados. Essa discrepância se deve ao fato de Jordan ter proposto a Tom Doherty, da editora americana Tor Books, a publicação de uma trilogia. Tom, conhecendo o trabalho de Jordan e já prevendo que a trilogia poderia virar uma série, fez um contrato de publicação de seis livros.

O primeiro livro, The Eye of the World (O Olho do Mundo) foi publicado em janeiro de 1990. Foram distribuídas cópias para quase todas as livraria americanas em número limitado. Na ocasião do lançamento, Jordan já havia finalizado aquele que seria o segundo volume da série, The Great Hunt (A Grande Caçada). Com o lançamento do segundo livro, em novembro de 1990, os pedidos pelo primeiro volume duplicaram.

Em diversas resenhas publicadas nos jornais e revistas especializados, o trabalho de Jordan foi comparado ao de Tolkien. Uma frase, retirada do New York Times, aparece em todos os livros da série: “Robert Jordan has come to dominate the world Tolkien began to reveal ” (Robert Jordan dominou o mundo que Tolkien começou a revelar). Atualmente, treze são os livros publicados. Veja a parte final do artigo sobre a publicação do último livro da série.

O ano de 2012 é bem especial para os fãs da série, pois além de ser o ano em que a série será concluída, após 22 anos, este é o ano chinês do Dragão, cujo símbolo tem haver com o personagem principal da série, chamada constantemente de Lorde Dragão (Lord Dragon, no original em inglês) por ser o Dragão Renascido (Dragon Reborn). Não se preocupem, eu explico do que se trata.

Antes preciso informar que no ano de 2004, a série ganhou um prelúdio, New Spring, que acontece aproximadamente 20 anos antes dos eventos do primeiro livro.  No prelúdio, ficamos sabendo como dois dos personagens presentes na série se conheceram e somos informados do nascimento do protagonista da estória. Recentemente, o prelúdio e o primeiro tomo da série ganharam versões em HQ.

Só mais duas explicações antes de eu falar da série: a primeira é que The Eye of the World e The Great Hunt ganharam edição brasileira, em outubro de 2009 e novembro de 2010, respectivamente, pela editora gaúcha Caladwin. Infelizmente, a editora Caladwin encerrou as suas atividades. Na parte final deste artigo, há mais informações sobre a publicação da série no Brasil.

Edição brasileira do primeiro livro da série

A segunda é uma notícia que deixaram os fãs desolados, apesar de não ser uma novidade para quem conhece a série. No ano de 2007, Robert Jordan faleceu. O último livro lançado pelo autor tinha sido Knife of Dreams, o 11º da série, em outubro de 2005. O décimo segundo e último livro da série, A Memory of Light, já havia sido parcialmente finalizado.  Jordan sofria de Amiloidose, e a doença se agravou a partir de dezembro de 2005. Jordan ficou dois anos se tratando e não publicou mais livros da série, mas isso não quer dizer que ele parou de escrever. Prevendo a sua morte, ele deixou diversas anotações como referência para que a série pudesse ser finalizada.

Em 16 de setembro de 2007, o autor sucumbiu à doença e deixou diversos fãs órfãos do seu grandioso talento e ousadia no mundo da Fantasia Épica. O legado de Jordan ficou com sua esposa, Harriet, que juntamente com a editora Tor Books, escalaram Brandon Sanderson, para continuar os trabalhos. Pela complexidade da estória, o último livro foi dividido em três: The Gathering Storm, Towers of Midnight e A Memory of Light. Em outubro de 2009, The Gathering Storm foi publicado, sendo seguido por Towers of Midnight, em novembro de 2010, ambos livros foram recorde de vendas nos Estados Unidos. E neste ano, a série chega ao seu volume final (pelo menos é o que autor e editora dizem) no segundo semestre, com A Memory of Light.

A série em si:

Explicar a série é bem complexo, pois o autor mistura diversos elementos de diferentes culturas. É forte a influência da cultura asiática nos livros, principalmente caracterizada pela ideia do tempo cíclico encontrado no Hinduísmo e no Budismo. Tudo se mistura com ideias cristãs, pois temos O Criador e seu antítese, The Dark One (O Escuro) e um Salvador que nasceu com a missão de salvar todo mundo na Última Batalha. A série também é inspirada em Guerra e Paz de Tolstoi. Entretanto, em nenhum momento, o autor desmerece culturas ou crenças ou pretende doutrinar o leitor. Então podem ler tranquilos, seja qual for a religião de vocês. Porém, leia de mente aberta, nada de questionamentos sobre questões religiosas ou sacrilégios ou algo do tipo. A série é uma ficção, não é uma aula de Religião ou Filosofia.

A ideia da Roda do Tempo está no fato da roda ser o que move todas as vidas. A roda tem sete eixos ou raios, e cada um representa uma Era. A roda é movida pelo One Power, que por sua vez, vem do True Sorce. O One Power é separado em duas metades uma masculina, Saidin, e uma feminina, Saidar. A duas metades têm como símbolo o que nós conhecemos como Yin e Yang da cultura asiática.

Na verdade, esse One Power habilita a pessoa capaz de canalizado, a usar elementos da natureza, como fogo, ar, água e terra, e o elemento espírito (isso mesmo). Homens e mulheres têm habilidades diferentes para cada elemento. Quando foi preso pelo Criador, o ser conhecido como Dark One colocou uma espécie de maldição na metade masculina do One Power que levaria todos os homens à loucura.

Há diversos casos de homens acometidos pelo mal causado pela canalização do One Power, sendo o mais famosos deles o caso de Lews Therin Telamon, conhecido como Dragão, pertencente a ordem dos Aes Sedai. Enlouquecido ele causou um dano irreparável para a sua família e para si mesmo. Enfurecido, ele foi para uma região isolada e acumulou uma quantidade enorme do poder se matando. No ponto onde ele se matou surgiu uma montanha, chamada Dragonmount. (sacou de onde vem o nome do blog, não é? rsrs)

A lenda de Lews Therin serve de pano de fundo para o que acontece com o protagonista da história, pois conforme a lenda o Dragão renasceria quando o mundo estivesse em grande perigo. Aliás, lenda não faltam na série. Além disso, existem várias profecias que indicam a volta do Dragão Renascido.

Nos livros acompanhamos a vida de seis jovens e suas aventuras até o confronto final com o Dark One. Todos os jovens são do Reino de Andor, sendo cinco da região de Two Rivers. Quatro jovens são capazes de canalizar o One Power.  Três dos jovens, Matrim Cauthon, Rand al’Thor e Perrin Aybara, são jovens rapazes que não sofrem influência direta da roda do tempo nas suas vidas. Pelo contrário, as ações deles é que regem o girar da roda. Um desses jovens pode ser  lendário Dragão Renascido.

Os 13 livros já publicados nas versões Britânica, Americana e e-book

Update: No dia o8 de janeiro de 2013, a série chegou ao seu fim nos Estados Unidos e Reino Unido, com o lançamento de A Memory of Light, 14º livro da série. A série também chegou ao seu fim na Alemanha (o último livro foi dividido em dois volumes), na Itália e na Espanha.

No Brasil, a saga retornou com a editora Intrínseca que (re)lançou O Olho do Mundo, primeiro livro da série, no dia 02 de setembro de 2013. O projeto da editora brasileira é lançar todos os 14 livros da série. Cada livro seria lançado a cada seis meses, podendo ser menos. Mais informações sobre a nova publicação brasileira pode ser lida na entrevista com a editora da série por este link: http://www.intrinseca.com.br/blogdasseries/2013/08/editora-da-serie-a-roda-do-tempo-responde-perguntas-dos-fas/.

Aqui no blog foram publicadas as resenhas de todos os livros da série e artigos sobre o prelúdio New Spring e sobre o conto-prelúdio The Strike of Shayol Ghul, além de artigos informativos sobre a publicação da série no Brasil e no exterior. Para acessar, basta entrar com o nome da série (em inglês ou português) no campo Pesquise e clicar em Pesquisar.

Observação: Os livros e a franquia da série The Wheel of Time pertencem a © Robert Jordan.

As expressões The Wheel of Time™ and The Dragon Reborn™, e o símbolo com a cobra e a roda são marca registrada de Robert Jordan.

.:.Abraços e até a próxima.:.

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Fantasia e Ficção Científica, Romance e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

7 respostas para Série A Roda do Tempo de Robert Jordan

  1. Melissa disse:

    Eu quero esse livro. Só isso. hahahahaha

    • Cassy disse:

      Rsrsrsrs. Gosto muito do personagens da série, pois Robert Jordan escreve pela perspectiva de cada personagem, mas numa seqüencia mais lógica de acontecimentos. Também a mistura de mitologia européia e asiática, bem como o cristianismo com concepções de outras religões deixam a série bem interessante.

  2. Nilo Sergio disse:

    incrivel , não consigo entrar em contato com a editora para adquirir estes livros….!!

    • Cassy disse:

      Ai, Nilo nem fala isso. Eu estava pensando em adquirir os dois livros em português. A última vez que entrei em contato com a editora foi em Junho do ano passado para perguntar sobre a continuação da série. No dia seguinte obtive a resposta. Posso tentar e ver o que consigo😀

  3. Pingback: Trilogia Mistborn de Brandon Sanderson será publicada no Brasil | D R A G O N M O U N T .:. B O O K S

  4. heitor lucas disse:

    sera que alguem sabe alguma noticia sobre a editora caladwin. pois fiz o pedido dos dois livros da roda do tempo faz uns 20 dias e ja mandei uns 10 emails e não recebo nenhuma noticia.

    se alguem souber de algo, por favor deixe seu comentario.

  5. Cassy disse:

    Com Tolkien vc vai se acostumar a essa escrita mais lenta e mais detalhista, que é a característica do Robert Jordan tb.

Por favor, deixem os seus comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s