Resenha: The Dragon Reborn, de Robert Jordan

Título: The Dragon Reborn

Autor: Robert Jordan

Publicação: 15 de setembro de 1991

Número de páginas: 675 páginas

Editora: Tor Books

ISBN: 9780812513714

“The Wheel of Time turns, amd Ages come and pass. What was, waht will be, and what is, may yet fall under the Shadow. Let the Dragon ride again on the winds of time.”

Terceiro volume da saga épica, The Wheel of Time, do escritor americano Robert Jordan, The Dragon Reborn continua exatamente de onde A Grande Caçada (The Great Hunt) parou.

Terceiro livro da série The Wheel of Time (A Roda do Tempo), The Dragon Reborn continua os eventos do segundo livro The Great Hunt. Pelo título e pela capa, fica bastante claro que a trama gira em torno da figura do Dragão Renascido, que representaria a volta do herói e destruidor do mundo Lews Therin ao mundo.

Para nós leitores, claro estava quem seria Lews Therin renascido, porém em um mundo em que a desconfiança impera e vários Falsos Dragões se declararam e foram desmascarados, será que o novo Dragão não seria mais um dentre tantos Falsos Dragões? E mais: seria um simples elemento, uma peça no jogo de poder das Aes Sedai? Pensando nisso o protagonista da série parte em busca da concretização das profecias do Dragão, para ele o único modo de saber se tudo que dizem é real. E a capa do livro mostra bem como a figura do Dragão será reconhecida por aqueles que ainda não acreditam na volta de Lews Therin.

Qualquer alusão aos contos do Rei Arthur não é mera coincidência. Robert Jordan sempre deixou claro as suas referências literárias e vocês já tiveram e ainda terão oportunidade de ver alguns elementos de outras obras na série. Mas Robert Jordan está longe de ser um escritor que rouba ou plagia trabalhos alheios, The Wheel of Time tem excelente trama própria e excelente desenvolvimento. Os dois primeiros livros provam que não se trata de apenas mais uma lutar entre Bem x Mal. É muito mais. Basta conferir a série e vocês terão a oportunidade de ler uma das melhores sagas de Fantasia Épica/Alta Fantasia já escrita.

Em contrapartida, Mat recebe a missão de levar um carta de Elayne para sua mãe, a Rainha Morgase. Lá, além de reencontrar alguém que acreditava estar morto, Mat descobre que a rainha pode estar sendo vítima de algum plano para lhe tirar o trono e que tudo faz parte dos planos do Dark One.

Profecias do Dragão:  pouco conhecidas e menos faladas, fazem parte do Karaethon Cycle. As profecias anunciam que o Dark One se libertará e voltará a tocar o mundo e que Lews Therin Telamon, o Dragão, Destruidor do Mundo, renascerá para lutar a Tarmon Gai’don, a Última Batalha contra a Sombra. De acordo com as profecias, Lews Therin renascido salvará o mundo e o destruirá novamente.

O interessante na trama é a forma como Robert resolveu escrevê-la. Temos o Dragão Renascido como figura central, porém poucos são os trechos nos quais temos os seus ponto de vista em evidência. Acho que a ideia do autor foi apenas nos mostrar o efeito da proclamação. Em que e como isso mudaria o mundo. A Profecia se tornar verdade é somente um motivo para o autor nos apresenta outras figuras lendárias, em uma ótima continuação do que nos havia sido mostrado antes.

O livro mantém o alto nível dos anteriores. Aventura e ação não faltam, bem como intrigas e conspirações. Aliados do Dark One são revelados onde menos se espera. Novos personagens entram na trama. Fiquem preparados que muito ainda está por vir. The Dragon Reborn encerra a primeira fase da série e daqui para frente vamos testemunhas muitos acontecimentos interessantes e que mostraram mais do que significa ter uma lenda de volta ao mundo.

Enfim, é um obra prima da literatura fantástica. O livro é excelente e, claro, mais do que recomendado.

Observação: Os livros e a franquia da série The Wheel of Time pertencem a © Robert Jordan.

As expressões The Wheel of Time™ and The Dragon Reborn™, e o símbolo com a cobra e a roda são marca registrada de Robert Jordan.

.:.Abraços e até a próxima.:.

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Fantasia e Ficção Científica, Resenhas, Romance e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

16 respostas para Resenha: The Dragon Reborn, de Robert Jordan

  1. Marcos disse:

    Parabéns por resenhar essa grande obra da literatura de fantasia, fico muito feliz ao ver um site brasileiro fazendo isso, mas ao mesmo tempo me dá uma sensação tão ruim saber que a saga parou de ser editada aqui no Brasil! Será que não há chance de outra editora assumir a publicação dos livros restantes?

    • Cassy disse:

      Marcos, obrigada por visitar o blog, fico feliz que você tenha gostado dos posts da série. Realmente é uma pena ainda não terem publicados os demais livros da série aqui no Brasil. Alguns fãs pensam como vc: a série deveria ser publicada por outra editora. Mas parece que ninguém quer apostar na ideia por enquanto e a saga vai continuar com a editora atual. Aliás, eu entrei em contado com a editora e fui informada que The Dragon Reborn está em fase de tradução. Fique ligado aqui no blog que em breve eu postarei as resenhas dos demais livros. Abraços e volte sempre.

      • Marcos disse:

        Sério que está mesmo em processo de tradução? Então pode demorar, contanto que seja lançado! O blog é realmente muito bom, peguei várias dicas de livros através dele, como não confio no meu inglês acabo comprando apenas os já traduzidos, mesmo que seja em português de Portugal, aliás faz falta uma editora como a 1001 Mundos e principalmente a Saída de Emergência aqui no Brasil, voltada para o público que é fã de fantasia.
        Lá em Portugal já estão publicados os quatro livros da Riftwar Saga do Raymond E. Feist, o primeiro de Acácia do David Anthony Durhamm, As Mentiras de Locke Lamora (que li a respeito pela primeira vez aqui ), o primeiro de First Law do Joe Abercrombie e os dois livros do Demon Cicle do Peter V, Brett, só para citar os que eu tenho. Enquanto aqui no Brasil só temos os do George Martin (ao menos é o melhor), o Jordan (e sempre atrasado) e o Patrick Rothfuss, sendo que os dois primeiros graças a iniciativa dos fãs das obras e o terceiro por algum milagre do destino! É uma vergonha num país tão grande termos tão poucas obras traduzidas para nossa língua!
        Muito obrigado por ter me respondido prontamente e continuarei sim a acompanhar todos os seus posts.

  2. Cassy disse:

    Marcos, fico imensamente feliz em saber que o blog está servindo ao propósito que eu e o Wesley idealizamos. Realmente estamos carentes de mais edições de livros de fantasia no Brasil. Eu tenho os dois primeiros livros da trilogia Acacia e todos da trilogia First Law, os quais pretendo ler o mais breve possível e resenhar aqui. O Peter V Brett e o Raymond E. Feist são super cultuados fora do Brasil e só conheci pesquisando mais sobre as séries que já li, ainda não li nada deles infelizmente, mas vou pesquisar mais e fazer matérias a respeito. Mais uma vez agradeço a visita. E não se precoupe que eu vou entrar novamente em contado com a editora para saber como está a tradução do O Dragão Renascido. Abraços e volte sempre😀

    • Marcos disse:

      Acredito que você vá gostar das obras, o meu favorito mesmo é o Abercrombie, a história dele não é tão rica quanto a de Acácia, cujo principal ponto forte é a mitologia do mundo juntamente com um grande amadurecimento dos personagens e reviravoltas inesperadas, mas o Glokta de First Law é junto com o Tyrion de ASOIF o meu personagem favorito, sem falar que o livro me fez rir muitas vezes pelo humor utilizado, meu conselho é que você leia a série o mais rápido possível, pois vale muito a pena. O Feist é sem dúvida o mais tradicional desses autores, ele ousa pouco no que faz, mas os livros são bons mesmo assim e o Peter V. Brett criou uma mitologia muito legal, apesar de pecar um pouco no modo como desenvolve suas tramas e as atitudes dos personagens. Enfim, estarei esperando você ler e resenhar essas obras e pode apostar que comentarei tudo que você escrever!

      • Cassy disse:

        Pode deixar, Marcos. Assim que eu for lendo os livros vou postando sim. Seus comentários me deixaram bem curiosa e vou ter que adiantar a leitura das trilogias Acacia e First Law. Abraços😀

  3. Kymi Lee disse:

    Alguma informação a respeito da tradução do terceiro livro aqui no brasil?

    • Cassy disse:

      Kymi Lee, nada até agora. O penúltimo e-mail que enviei para a Caladwin foi há mais de um ano. Na ocasião, a editora respondeu que O Dragão Renascido estava em fase de tradução.

      Enviei outro e-mail neste ano (2012) e até agora nada. Enviei mensagem via twitter e até agora nada. Enviei solicitação de amizade para editora no facebook e mais uma vez fui ignorada. Uma maiga me disse que a editora está com o escritório fechado. Realmente eu não sei o que está acontecendo, mas estou procurando mais informações.

      A minha esperança é de que alguma outra editora assuma a publicação da série (o que já foi discutido aqui em outro post) ou que a Caladwin acorde e continue publicando.

      • Kymi Lee disse:

        Realmente,é uma falta de respeito com o leitor o que a editora está fazendo. Se abandonou a série,pelo menos,poderia ter a decência de emitir uma nota oficial.Simples.Creio eu que o problema não seja a baixa venda dos dois livros,já que publicaram o segundo,então qual seria o problema?
        É uma pena,porque a série é incrivel e fiquei muito feliz quando vi que uma editora se propôs a publica-la.
        Infelizmente,o jeito é pressionar alguma outra editora, vi algumas pessoas pedindo para a Leya trazer a série.
        Agora me lembrei de algo,será q teria cmo entrar com o tradutor dos dois livros?

      • Cassy disse:

        Entrar em contato com o tradutor foi algo que me passou na mente, mas sabendo que como contratado pela Caladwin ele dificilmente iria nos dizer o que está acontecendo me fez abandonar de pronto a ideia. Mesmo porque a responsabilidade é da editora. É ela quem nós explicações (desculpe, meu lado advogada foi forte agora rsrsrs).

        O que eu acho de verdade, é que a editora está esperando a série ser publicada na íntegra para aí sim continuar os trabalhos. O que não me parece muito inteligente, mas como você falou, pelo menos uma nota explicando a situação deveria ser dada pela editora. Eu continuo na campanha para a publicação dos demais livros aqui, por isso estou postando a minha releitura dos 11 primeiros livros da série e postarei dos livros 12 ao 14, quando eu ler os livros. Espero que iss esteja ajudando a despertar mais o interesse da galera pela série e aumentar nossa camapanha pela continuaçao da publicação dos livros no Brasil.

  4. Kymi Lee disse:

    Hum, vc tem razão, mas é uma pena mesmo. Espero realmente que seja isso, porque fiquei muito tentada em comprar os dois livros, mas quando vi que a editora não se manisfestava a um bom tempo, fiquei com receio de comprar. Também não entendo porque só tem na Cultura pra comprar,deveria ter em outros lugares, já que não gosto de comprar lá. Outra coisa, não estou reclamando, mas os preços são meio salgadinhos desses dois livros ‘-‘
    É uma leitura que vale a pena, mas mesmo assim, o preço é foda.

    • Cassy disse:

      Também acho os preços bem salgados, que unidos ao péssimo marketing da editora somente pioram a tentativa de popularizar a série. Mas não desista, a série realmente vale a pena.

  5. kymi disse:

    Olá, uma página q acompanho no facebook,acabou de dar essa noticia.

    ”Uma boa notícia para os fãs da série. Fomos informados através da agência Sobel Weber Associates que cuida dos direitos autorais do autor Robert Jordan, que a editora Intrínseca comprou os direitos de publicação da obra. Agora nos resta aguardar sua publicação.”

    a publicação se encontra nesse link: https://www.facebook.com/ARodaDoTempo

    se for verdade,é meu grande presente d natal o/

    • Cassy disse:

      Kymi, obrigada pela notícia, mas eu tb sou a administradora da página A Roda do Tempo (Wheel of Time) e já publiquei, ontem, um post sobre isso aqui no blog😀

      Por favor, fique a vontade para compartilhar qualquer notícia sobre WoT ou qualquer outra série. Agradeço a cooperação😀

  6. Pingback: Confirmado: a série The Wheel of Time será publicada no Brasil em 2013 | D R A G O N M O U N T B O O K S

  7. Pingback: Capa e trecho de O Dragão Renascido | Dragonmountbooks

Por favor, deixem os seus comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s