Resenha: The Wind Through the Keyhole, de Stephen King

The Wind Through the Keyhole capaTítulo: The Wind Through the Keyhole

Autor: Stephen King

Publicação: 24 de abril de 2012

Número de páginas: 320 páginas

Editora: Scribner

ISBN: 9781451658903

Como prometido, amigos, minha humilde opinião sobre o livro O Vento pela Fechadura do autor Stephen King. Bem, na verdade esta resenha, como o título informa, refere-se à edição em inglês do livro, uma vez que a edição nacional sai no mês que vem.

Primeiro, vamos a um esclarecimento: o livro é o oitavo volume da série A Torre Negra a ser lançado, pois sete foram publicados antes dele e se a matemática não mente, na contagem esse será o oitavo livro da série que vocês terão em suas estantes (se vocês têm os demais 7 livros). Porém, como alguns de vocês terão oportunidade de ler, nas palavras do querido tio Stevie para os seus Constantes Leitores, The Wind Throught the Keyhole se encaixa entre o quarto e o quinto livros da série, sendo, portanto, o livro 4.5. Então se vocês verem/lerem algum comentário falando que The Wind Through the Keyhole é o oitavo livro da série A Torre Negra, não fiquem bravos, possivelmente a pessoa está usando a lógica matemática e não a lógica literária.

A história começa com o nosso querido ka-tet preso em uma espécie de tempestade e para passar o tempo, Roland decide contar a história de uma investigação feita por ele e seu amigo Jaime, ha muitos anos atrás, que envolvia um acontecimento estranho, um misterioso genocídio, tendo como único sobrevivente e testemunha o garoto Bill. Para conseguir identificar o possível assassino, Roland mantém Bill sob proteção e para distraí-lo resolver contar uma estória que sua mãe costumava lhe contar. A estória se chama The Wind Through the Keyhole. E essa estória que ocupa boa parte das páginas do livro.

Em matéria de narrativa o livro é excelente. O tio Stevie conseguem prender o leitor, mesmo deixando o terror de lado em certos momentos. A referência à Torre Negra e seu caminho (path of beam, na edição em inglês, não sei como isso foi traduzido aqui) está presente. E para a minha surpresa, Stephen King acaba fazendo algo que os leitores mais observadores notarão. É algo que de uma certa forma muda a nossa visão quanto ao modo como ele terminou a série. Pode ter sido uma forma dele se justificar para a forma estranha como a série acaba. Então, atenção ao ler, pessoal.

A estória contada por Roland é algo que mexe com a gente, é mais voltada para a fantasia e me lembrou muito O Talismã, embora eu tenha lido comentários, nos quais as pessoas disseram achar a obra parecida com Os Olhos do Dragão. Eu não achei. Lembra muito O Talismã e, em alguns momentos, O Iluminado.

O Vento pela Fechadura é uma estória que remete à infância de Roland, em sua linda relação com a mãe. Quem leu o quarto livro, vai se lembra como esse relacionamento mãe-filho termina e como Roland se sente sobre isso. E em uma linda conversa entre Roland e Susannah, no final de O Vento pela Fechadura, quando  a trama volta ao ka-tet, vemos como termina esse sentimento de Roland em relação ao evento. É um momento lindíssimo.

Para quem está curioso e deseja ler esse livro sem nunca ter lido um livro do Stephen King ou um único livro d’A Torre Negra, não recomendo. É o tipo de livro que agrada somente aos fãs do autor e, principalmente, aos fãs da série, apesar de sua trama não está diretamente ligada à trama central da saga.

Recomendo, portanto, para quem já leu a série toda (sim, estou contrariando o que diz o mestre Stephen King, as razões já foram colocadas acima). Espero que aqueles que puderem ler gostem.

Para quem quiser saber mais o porquê é melhor ler O Vento pela Fechadura depois de ter lido a série toda e não se importam com spoilers, acessem este link: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=529663313711949&set=a.382054601806155.98604.368459759832306&type=1&relevant_count=1.

.:.Abraços e até a próxima.:.

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Curiosidades, Eventos, Fantasia e Ficção Científica, Resenhas, Romance, Stephen King, Suspense/Terror e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Resenha: The Wind Through the Keyhole, de Stephen King

  1. Eu gosto do fim da série, devo ser uma das poucas pessoas a gostar, mas enfim… pretendo muito ler esse livro! Ótima resenha Cassy, está de parabéns, como sempre!

    • Cassy disse:

      Eu admito que ainda tenho sentimetos meio dúbios com esse final rsr Achei bem criativo, mas meio decepcionante, tendo em vista a capacidade do escritor. Porém, não foge muito ao estilo “stephenkinguiano” de fazer finais rsrsrs

  2. Franz Brehme disse:

    Ganhei este livro neste final de semana, coincidentemente. Vamos ver…😛

Por favor, deixem os seus comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s