Lançamento: Steelheart

Mais um lançamento do dia, desta vez do livro Steelheart, do autor Brandon Sanderson. Steelheart é o primeiro livro da trilogia Reckoners  e é voltado para o público juvenil. Firefight e Calamity são os títulos dos demais livros da trilogia, conforme consta  no site Goodreads.

O livro teve os direitos de publicação no Brasil adquiridos pela editora Novo Conceito. Então, em breve deveremos ter alguma informação sobre a edição brasileira.

No começo deste mês, Brandon venceu o Hugo Awards nas categorias melhor novela por The Emperor’s Soul, e  na categoria de melhor Related Work por Writing Excuses.

O excerto da edição americana pode ser lido neste link: http://brandonsanderson.com/steelheart-prologue/. Abaixo a capa do livro, a sinopse e um booktrailer de Steelheart:

Steelheart capa

Sinopse: Não há heróis.

Cada pessoa que manifesta poderes—nós a chamamos de Epics—acabam se tornando más. 

Aqui, na cidade outrora conhecida como Chicago, um extraordinariamente poderoso Epic se declara Imperador. Steelheart tem a força de dez homens e pode controlar os elementos. Nenhuma bala pode perfurá-lo, nenhuma espada é capaz de machucá-lo, nenhuma explosão pode queimá-lo. Ele é invencível.

Passaram-se dez anos. Vivemos nossas vidas do jeito que podemos. Ninguém revida . . . ninguém, exceto os Reckoners. Um grupo clandestino de seres humanos comuns, que gastam as suas vidas estudando os poderosos Epics, encontrando as suas fraquezas e, então, matando-os.

Meu nome é David Charleston. Eu não sou um dos Reckoners, mas pretendo me juntar a eles. Eu tenho algo que eles precisam. Algo precioso, algo incrível. Não um objeto, mas uma experiência. Eu sei o seu segredo. Eu vi Steelheart sangrar.

Site: http://brandonsanderson.com/books/steelheart/steelheart/.

.:.Abraços e até a próxima.:.

Anúncios

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Curiosidades, Eventos, Fantasia e Ficção Científica, Romance e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

12 respostas para Lançamento: Steelheart

  1. Li o primeiro capítulo no site e gostei bastante. Começa despretensioso e vai pra uma carnificina.

  2. Ois,

    Nem sei que falar mais, apenas que gostava imenso que o publicassem em portugal.

  3. Não li ainda esse, mas como todo livro do Brandon deve ser bem escrito. Pretendo comprar, apesar de eu ter uma certa restrição a livros YA.

    @Cassy foram lançados 3 livros dele no Brasil, “Elantris” e dois livros da série voltado para o publico infantil/pré adolescente “Alcatraz”

    • Cassy disse:

      Ah, é verdade!!!! Olha eu boicotando a série Alcatraz. Valeu pela lembrança, Eduardo. Aliás, estou lendo o primeiro Alcatraz e estou gostando.

      • O legal do Alcatraz é que o autor literalmente viaja na maionese. Também não gosto de livros infanto juvenis, mas acho que esses são mais livros pra desestressar e dar risada, digamos assim.

      • Cassy disse:

        Eu tb penso assim, Adriano. Apesar de alguns livros juvenis chegarem a surpreender por apresentar uma qualidade não vista em muitos livros direcionados ao público adulto =P

      • Minha restrição a séries infanto-juvenis se deve muito mais ao fato de as coisas se resolverem meio q por magica em situações muitas vezes forçadas( por exemplo, se WoT fosse voltado à esse publico, Mat teria dominado o poder da adaga de Shaddar Logoth) do que pela qualidade dos livros – que, como a Cassy falou as vezes são melhores do que a alguns(muitos) livros direcionados ao publico adulto(Saga Crepusculo, estou olhando para você).

        Quanto ao Alcatraz, eu não li (minha implicância com o gênero denovo), mas é um fato de que esse livro tenha talvez alguns dos melhores quotes de todos:

        “By now, it is probably very late at night, and you have stayed up to read this book when you should have gone to sleep. If this is the case, then I commend you for falling into my trap. It is a writer’s greatest pleasure to hear that someone was kept up until the unholy hours of the morning reading one of his books. It goes back to authors being terrible people who delight in the suffering of others. Plus, we get a kickback from the caffeine industry…”

        e talvez a melhor de todas:

        “People can do great things. However, there are somethings they just can’t do. I, for instance, have not been able to transform myself into a Popsicle, despite years of effort. I could, however, make myself insane, if I wished. (Though if I achieved the second, I might be able to make myself think I’d achieved the first….)
        Anyway, if there’s a lesson to be learned, it’s this: great success often depends on being able to distinguish between the impossible and the improbable. Or, in easier terms, distinguishing between Popsicles and insanity.
        Any questions?”

  4. Eduardo, tenho o mesmo problema com livros infanto-juvenis que vc. Arrisco a dizer que bem mais até. Mas lendo o Alcatraz, sei lá, me pareceu que o Brandon quis dar de presente para os seus leitores algo mais light, que a gente pudesse, assim como ele, viajar legal na estória e se divertir sem levar muito a coisa a sério.

    Não é daquele tipo de infanto-juvenil em que o autor teima em te fazer tratar como um adulto bem resolvido uma criança de 12 anos, tipo Harry e afins. Mas algo que te faz imaginar.

    Alguns trecho dele são mesmo memoráveis. Mas o que eu mais gostei e me fez rir pra caramba foi o do porquinho Ramburguer (li a versão em português). Enfim, acho que vc vai rir bastante com ele.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s