Entrevista com Mark Lawrence – autor de Prince of Thorns

Olá, pessoal! Hoje tenho o prazer de apresentar para vocês a primeira entrevista do blog. Mark Lawrence, autor de Prince of Thorns, primeiro  livro da Trilogia dos Espinhos e recentemente lançado no Brasil pela editora Darkside Books, topou responder algumas perguntas. Espero que vocês gostem. Eu adorei!!!

.:..:..:.

Primeiramente, muito obrigada por esta oportunidade. Eu adorei os dois primeiros livros da série The Broken Empire e estou muito ansiosa para ler Emperor of Thorns. Para começar,  você poderia nos dizer um pouco sobre você?

Eu sou um Cientista no campo da pesquisa e quando não estou no trabalho, eu passo a maior parte do meu tempo cuidado da mais nova dos meus quatro filhos, Celyn, que tem nove anos de idade e é portadora de necessidades especiais. Eu também escrevo livros… Eu não sei exatamente quando isso acontece. Eu vivi nos Estados Unidos e na Inglaterra, passando a maior parte da minha vida no Reino Unido.

Quais foram as suas inspirações ao começar a escrever? E por que Dark Fantasy?

Comecei a escrever muito tarde. Eu comecei a escrever já no meio dos meus trinta anos. Eu costumava ler muito fantasia e quando eu era jovem costumava jogar RPG, tipo Dungeons & Dragons. Eu comecei a escrever contos e as estórias ficaram maiores, e antes que eu me desse conta, eu estava escrevendo livros. Eu não esperava ser bem sucedido, portanto, tudo isso foi uma grata surpresa.

Eu acho que George Martin me inspirou a escreve uma fantasia mais realista. Realmente, eu nunca gostei dos filmes antigos, onde os cowboys ou os cavaleiros eram feridos por balas ou espadas e apenas caiam, como se eles tivessem perdido um jogo. Não parece realista. Eu não queria que a minha escrita fosse assim.

Prince of Thorns acaba de ser lançado no Brasil e a editora Darkside Books fez um excelente trabalho. O trabalho de arte é impressionante! Você poderia nos dizer como você sente em ter o seu trabalho publicado em outros países, especialmente aqui no Brasil?

É muito estranho ver um livro escrito por você, mas que vocês não pode ler. Prince of Thorns foi lançado em alemão e holandês antes do lançamento em inglês. Bem, eu podia ter o meu primeiro livro em mãos, mas não podia lê-lo ou saber se as palavras eram como eu queria que elas fossem.

É, claro, um privilégio ter a minha obra lida em muitas línguas diferentes e em muitos locais ao redor do mundo.

Eu estive no Brasil (Eu participei de uma conferência científica e passei um dia visitando o Rio), mas realmente eu nunca esperava que eu teria um livro publicado aí. Eu estou muito feliz em ser publicado aí e estou com ciúmes do meu livro chegar ao Brasil antes de eu ter outra chance de visitá-lo. E sim, parece que a Darkside fez um grande trabalho. Eu terei algumas cópias em breve e espero que tenha algumas promoções.

Sobre o que é Prince of Thorns

Espero que seja uma estória que possa ser apreciada em vários níveis. Pode ser visto como uma emocionante e sangrenta aventura, porém com detalhes mais profundos para quem procura mais do que apenas emoção em sua leitura.

No centro disso, é Jorg Ancrath, um jovem violento, charmoso e amoral, que sabe o que ele quer e não vai parar até conseguí-lo. Jorg alcança os seus objetivos a qualquer custo, usando a sua inteligência e sua crueldade para ganhar. Em princípio, ele parece ser um ser humano terrível, mal, egoísta, e culpado de qualquer crime que você queria citar. Os livros não são sobre redenção, mas eles nos mostram um ser humano e não um vilão de desenho animado e os leitores irão entender o Jorg, mesmo que eles não o aprovem.

De fato, Jorg Ancrath é um personagem incrível. Um dos mais interessantes do gênero fantástico. Como foi o processo da sua criação?

Ele foi inicialmente inspirado no personagem Alex do livro Laranja Mecânica (1962) de Anthony Burgess. Eu queria colocar um personagem igualmente violento, amoral e charmoso dentro do cenário fantástico e ver se o gênero seria suficientemente maduro para lidar com o tipo de personagem nos dado por Burgess há cinquenta anos atrás, na ficção literária. A Fantasia é ilimitada – nem sempre precisamos vê-la pelos olhos dos heróis.

Desde quando eu comecei a escreve, o Jorg cresceu. Ele mudou pelo ato de amadurecer, dos 13 aos 20 anos, e por causa dos eventos que aconteceram ao seu redor, e por causa dele mesmo. Foi muito divertido acompanhá-lo através das páginas.

Prince of Thorns tem um estilo de escrita único. Como você estabeleceu a forma como você queria contar a estória?

Não teve nenhum planejamento ou cálculo nisso – é assim que eu escrevo. Eu crio a estória enquanto vou escrevendo e espero que tudo fique bom no final. É empolgante, embora desde que você tenha um contrato e prazo de entrega, pode também ser desgastante.

O que podemos esperar de King of Thorns, o segundo livro da trilogia?

Nenhum dos livros seguintes são apenas ‘mais do mesmo’. Eu mantive a estória de Jorg como uma trilogia, para que não se transformasse em algo comum ou estereotipada. O segundo livro nos mostra a continuação das aventuras do Jorg, e também dá um salto de quatro anos no futuro para nos mostrar o Jorg aos 18, confrontado por uma série de crises.

Você escreveu um conto sobre o Jorg, chamado Sleeping Beauty. É um excelente conto. Por que você decidiu escrevê-lo como um trabalho separado ao invés de inserí-lo nos livros da série?

Os livros contêm somente aquilo que eles precisam contar, a estória que eu queria contar. Eu não acredito em preencher. O conto é apenas um pouco de diversão, brincadeira com antigos temas dos contos de fada para manter o pessoal esperando por Emperor of Thorns feliz. Ele pode ser encaixado na trama principal, mas não precisa ser.

No Goodreads os leitores podem ver que você está planejando escrever outra trilogia, The Red Queen’s War, correto? Pelo que deu para entender, a trama se passará no mesmo mundo da Trilogia dos Espinhos. Poderia falar um pouco sobre esse novo trabalho?

A nova trilogia é no mesmo cenário e no mesmo período de tempo, mas com personagens diferentes. Ocasionalmente, teremos um vislumbre do Jorg. O primeiro livro sai nos Estados Unidos e Reino Unido em junho de 2014 e o seu título é Prince of Fools. O personagem principal é um mulherengo covarde, que é arrastado para uma série de aventuras aterradoras e passa a maior parte do tempo tentando achar um jeito de fugir. Eu estou me divertindo muito escrevendo.  

Algum produtor demonstrou interesse em adaptar a Trilogia dos Espinhos?

Houve muitas consultas de vários estúdios de Hollywood e roteiristas, mas existe uma grande diferença entre ser escolhido e ser, de fato, adaptado. Eu acho que apenas 1% de todos os livros escolhidos para serem adaptados, realmente o são. De qualquer maneira, seria ótimo!

Mark, muito obrigada por disponibilizar o seu tempo. Eu te desejo o melhor em seu próximo trabalho e espero que também seja publicado aqui no Brasil. 

Obrigado pelas perguntas.

.:..:..:.

Espero que vocês tenham gostado. A despedida continha uma mensagem pessoal minha ao autor e eu retirei, pois não tinha a ver com a entrevista. A trilogia The Broken Empire chegou ao seu final com o lançamento de Emperor of Thorns no dia 1ª de agosto, no Reino Unido, e 06 de agosto, nos Estados Unidos. Em breve vocês terão a resenha aqui no blog.

Eu li o conto Sleeping Beauty e recomendo para quem já leu a trilogia. Há também outro conto de The Broken Empire na antologia Unfettered, mas ainda não pude ler. Comentarei mais sobre essa antologia em breve.

E espero poder entrevistar o Mark outra vez no lançamento do próximo livro. Foi uma experiência gratificante.

Por fim, obrigada também a quem sugeriu a entrevista.

.:.Abraços e até a próxima.:.

Anúncios

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Curiosidades, Eventos, Fantasia e Ficção Científica, Romance e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

16 respostas para Entrevista com Mark Lawrence – autor de Prince of Thorns

  1. Cassy excelente entrevista! Achei muito legal as respostas dele! Ele parece ser uma pessoa muito divertida e carismática. Fiquei com mais vontade ainda de ler o Prince of Thorns.

  2. Parabéns. Gostei muito da entrevista.
    Muitas coisas interessantes a se saber ainda

  3. É engraçado pq quando o autor diz: ” Os livros não são sobre redenção, mas eles nos mostram um ser humano e não um vilão de desenho animado e os leitores irão entender o Jorg, mesmo que eles não o aprovem.” é exatamente como me sinto em relação ao Jorg.

    Estou terminando o Prince of Thorns, só há algumas ressalvas que acho que em alguns pontos da estória ele poderia ter se aprofundado mais. Mas no geral tou gostando bastante.

    Parabéns Cassy, muito bacana a entrevista.

  4. Que bacana, Cassy. Uma entrevista internacional! Muito bom. Fiquei curiosa com o personagem Jorg. Eu gosto bastante de dark fantasy, apesar de achar que os livros do Martin não são dark fantasy. Mas isso é discussão pra outra hora.

    • Cassy disse:

      Obrigada, Melissa. O Jorg é incrível como eu me referi, tenho certeza que vc vai gostar da forma como o Mark desenvolve as ações da personagem. Eu tb não acho que os livros do Martin sejam Dark Fantasy. Não essencialmente, Dark Fantasy como a Trilogia dos Espinhos é.

  5. Nunca pensou em mudar de profissão e virar jornalista Cassy? As tuas perguntas foram melhores do que 90% das perguntas que os jornalistas fazem 😛

    Fiquei com mais vontade ainda de ler depois das respostas dele.

  6. Demétrius José disse:

    Parabéns pela entrevista, ficou muito bom! E realmente, o Mark se mostrou um cara bem atento e bacana na hora de responder as perguntas. xP

  7. Rosemary disse:

    Cassy, entrevista fantástica, ótimas perguntas, amei o conteudo das resposta e o carisma de Mark Lawrence. Bjs.

  8. Lorença disse:

    O conto já foi traduzido para o português?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s