Resenha: The Rogue Prince, or, the King’s Brother, de George R. R. Martin

The Rogue Prince, or, the King’s Brother é um conto da antologia Rogues, lançada em 17 de junho deste ano e organizada por George R. R. Martin e Gardner Dozois. O conto é de autoria de George R. R. Martin e conta parte da história de Westeros.

Os eventos do conto antecedem a guerra civil entre os Targaryen, conhecida como a Dança dos Dragões, narrada em The Princess and the Queen, or, The Blacks and the Greens, também de autoria do Martin, mas publicado na antologia Dangerous Women.

O personagem principal do conto é o príncipe Daemon Targaryen, irmão mais novo do Rei Viserys I e tio de Rhaenyra Targaryen. De acordo com quem narrada a história, Daemon, que tem um temperamento forte e ao mesmo tempo charmoso, é conhecido como the rogue prince (príncipe vigarista). Na história conhecemos um pouco mais desse personagem e o seu papel em algumas intrigas contra a coroa e sua busca pela ascensão ao trono de Westeros.

Capa da antologia Rogues

Capa da antologia Rogues

Eu gostei muito do conto, não só por mostrar mais da história de Westeros, mas também nos dar uma ideia melhor de como a Dança dos Dragões se originou. Martin mais uma vez mostra a sua excelente escrita. Com série de TV ou sem série de TV, não dá para negar o talento de escritor do Martin. Gostem do autor ou não, dos textos que já li dele até agora, todos eram muito bem escritos, mesmo A Morte da Luz com seu enredo fraquíssimo.

O conto tem uma ênfase maior nas questões políticas e é menos fantasioso, o que não é muito diferente do que se encontra nos livros da série As Crônicas de Gelo e Fogo (quem chama a série de livros de Game of Thrones merece ser comido pelo Drogon!) e mesmo baseado na vida de um personagem em particular, há diversos momentos narrados no qual o personagem não está presente. O interessante no conto, assim como no anterior, é se basear em relatos de pessoas que viveram na corte, pessoas que embora  não fossem parte da nobreza, testemunharam os acontecimentos. Em alguns momentos, temos pontos de vista que se divergem, mas que culminam para um mesmo fato.

Enfim, é leitura obrigatória para os fãs do Martin e do gênero fantástico. Para quem só pode ler em português resta esperar a boa vontade das editoras brasileiras.

.:.Abraços e até a próxima.:.

Anúncios

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Fantasia e Ficção Científica, Resenhas, Romance e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Resenha: The Rogue Prince, or, the King’s Brother, de George R. R. Martin

  1. Ois Cassy,

    Não sei se será algum dia publicado por cá mas adorava poder ler e vejo que está muito bom, bom sinal 😀

    Bjs

  2. Pingback: Antologia Rogues ganha edição brasileira | .:.Dragonmountbooks.:.

  3. Rogue disse:

    Eu achei esse conto fraquíssimo, por tê-lo lido depois da enciclopédia “Mundo do Gelo e do Fogo”, pois o conto está lá presente, palavra por palavra.
    Detestei o estilo de escrita desse conto (como se estivesse a ser escrito por um cronista), o que contrastou com os outros contos, muito melhores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s