Resenha: Castle, de Garth Nix

Castle capaTítulo: Castle

Autor: Garth Nix

Publicação: setembro de 2000

Número de páginas: 224 páginas

Editora: Scholastic

ISBN: 9780439176835

Castle é o segundo livro da série juvenil The Seventh Tower  e segue os eventos do livro anterior. O jovem Tal ainda precisa conseguir a sua Pedra-do-Sol para tentar ajudar a sua família e Milla, a garota que quer se tornar uma Donzela Guerreira, precisa ajudar Tal a voltar ao Castelo e conseguir também uma Pedra-do-Sol para o seu povo.

Neste segundo volume, o autor mostra ao leitor o quanto ainda é difícil para Tal reconhecer que Milla não pode ser considerada como sendo do Povo Inferior, conforme Tal foi ensinado a pensar sobre as pessoas que não possuem uma sombra guardiã ou um Espírito-sombra. Tal ainda se considera superior por ser um Escolhido e esse pensamento do personagem acaba sendo uma ótima oportunidade para o autor mostrar também o quanto a educação das pessoas que habitam o Castelo é limitada apenas à vida dentro do local, sem qualquer noção do mundo exterior, e o leitor tem a oportunidade de conhecer um pouco mais dos costumes do Clã do gelo.

É interessante ver como apesar das diferenças Tal e Milla aprende a contar um com o outro, não somente em situações de perigo iguais aquelas do primeiro livro, mas para o cumprimento da missão destinada a Tal. Em alguns pontos é possível ver uma tendência do jovem em pensar em sua família e sua posição acima da promessa, mas o bom senso do rapaz prevalece e é interessante perceber como a inimizade e frieza entre ele e Milla começa a se desfazer.

O personagem que mais chama a atenção é o tio-avô de Tal, Ebbitt. Embora pertença a uma ordem inferior, Ebbitt possui um conhecimento grande sobre a mágica com luzes do Castelo e é como o Garth começa a explicar ao leitor um pouco mais sobre a mágica da série, não de uma forma muito detalhada, mas apropriada para o contexto da trama.

A narrativa tem boas cenas de aventura e ação, nada muito além do que é esperado em um livro para o público juvenil e a parte conspiratória passa uma ideia de mistério no ar referente a Tal e estou ansiosa para saber o porquê de conspirarem contra o garoto.

Eu adorei o desfecho do livro. A cumplicidade, e por assim dizer, começo de amizade entre Tal e Milla que mencionei antes fica mais evidente e promete ser um dos pontos a ser explorado pelo autor nos próximos livros da série.

Eu gostei muito do livro e recomendo a leitura. Pelo pouco que li até agora, é impressionante ler como o Garth retrata muito bem as questões que mais causam problemas no nosso próprio mundo. Eu acho que são de fato questões que ajudam o jovem a se situar em sua própria sociedade e a ter o interesse de conhecer e respeitar outras culturas. Vale a pena ler qualquer trabalho que busque divertir o leitor e ao mesmo tempo ajudá-lo a se tornar um ser humano melhor.

.:.Abraços e até a próxima.:.

Anúncios

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Fantasia e Ficção Científica, Resenhas, Romance e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Resenha: Castle, de Garth Nix

  1. Zohar disse:

    Cassy, não consigo mais ler essas séries de fantasia. Muito previsíveis e cheias de cliches. Dá pra adivinhar o q vai acontecer nelas a km de distância rs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s