Resenha: The Queen of the Damned, de Anne Rice

The queen of the damned capaTítulo: The Queen of the Damned

Autora: Anne Rice

Publicação: 1988

Número de páginas: 491 páginas

Editora: Ballantine Books

ISBN: 9780345351524

Terceiro livro das Crônicas Vampirescas, The Queen of the Damned segue os eventos do livro anterior. A obra foi publicada aqui no Brasil pela editora Rocco, sob o título A Rainha dos Condenados.

 O livro ganhou também uma adaptação cinematográfica que mistura eventos do segundo livro. O filme Queen of the Damned foi super criticado pelos fãs da série e é uma das piores adaptações do cinema. Eu mesma não consegui terminar de assistir. Como gosto varia de pessoa para pessoa – ainda bem – é possível encontrar fãs da autora que adoram o filme, mais até do que Entrevista com o Vampiro.

A trama do livro gira em torno da tentativa dos vampiros, entre eles alguns já apresentados nos dois livros anteriores, em impedir que a vampira Akasha, conhecida como a rainha dos condenados, destruía a humanidade. A Akasha tem uma obsessão pelo Lestat (por quem mais seria, né?) e durante a sua busca pelo vampiro deixa um rastro de destruição e mortes.

Durante essa busca, a Anne aproveita para colocar mais sobre a sua visão dos vampiros, construindo mais partes de sua própria mitologia vampiresca e aprofundamento dos sentimentos que parecem mais humanos do que sobrenaturais. A autora aproveita para inserir novos personagens e se aprofundar um pouco na história de outros mencionados anteriormente, além de nos apresentar à Talamasca, uma instituição misteriosa e fascinante que cuida de assuntos sobrenaturais.

Muitas informações importantes sobre os vampiros foram colocados nesse livro, a exemplo do que aconteceu em O Vampiro Lestat. Algumas informações eu achei bem surpreendentes, porque imaginei que a Anne só fosse colocá-las aos leitores nos livros finais da série. De qualquer forma, os demais livros sempre trazem fatos importantes sobre os vampiros e acabam complementando o que a autora mostra nos três primeiros livros da série.

Falar sobre as qualidades de escrita da Anne Rice é correr o risco de ser repetitiva, mas a autora realmente é tem uma escrita fascinante. A Anne mais uma vez conseguiu unir a ficção vampiresca ao romance histórico, passando por momentos mais filosóficos e humanistas.

A única coisa que não me agradou foi o desfecho da trama. Saber o porquê de toda a atrocidade da Akasha beirou ao cliché de forma quase ridícula e o confronto final, vamos dizer assim, por falta de uma expressão melhor, merecia ter sido melhor trabalho. Não é algo que estrague todo o prazer de ler o livro, mas a Anne tinha condições de fazer um desfecho melhor.

Para terminar esta resenha, quero dizer que eu tive uma grande dúvida respondida. Era mais uma curiosidade do que dúvida em si, referente às revelações dos segredos dos vampiros contados pelo Louis e pelo Lestat nos livros anteriores. Acho que muito leitores chegam ao este terceiro livro com a mesma dúvida e achei interessante a Anne ter se preocupado em esclarecer isso.

Livro recomendadíssimo.

.:.Abraços e até a próxima.:.

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Fantasia e Ficção Científica, Ficção Vampiresca, Resenhas, Romance, Suspense/Terror e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Por favor, deixem os seus comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s