Resenha: The Republic of Thieves, de Scott Lynch

The Republic of Thieves capaTítulo: The Republic of Thieves

Autor: Scott Lynch

Publicação: 08 de outubro de 2013

Número de páginas: 754 páginas

Editora: Del Rey

ISBN: 9780553905588

The Republic of Thieves é o terceiro livro da série The Gentlemen Bastards e continua os eventos do livro anterior. A trama se passa em Karthain, onde Locke Lamora e Jean Tannen precisam, mais uma vez, usar os seus talentos de vigaristas para cumprir um acordo e acabam reencontrando uma pessoa do passado.

O livro é dividido em partes que apresentam de uma forma aparentemente cronológica todo o desenvolvimento da história. Cada parte é dividida em capítulos no estilo padrão de capítulos em livros, com numeração e tudo mais, e que são de fato a continuação da trama principal da série, em especial do que aconteceu com os personagens após o desfecho do segundo livro. De forma intercalada, aparecem capítulos especiais chamados Interludes, onde o Scotto nos leva ao passado e temos boas informações de acontecimentos relacionados aos Gentlemen Bastards ainda sob a tutela do Father Chains.

Em ambas as divisões, o autor, enfim, apresenta ao leitor a personagem Sabetha Belacoros. Sem dúvida conhecer a Sabetha e ter a oportunidade de ver a sua interação com Locke era o maior desejo de muitos leitores. A Sabetha tem uma grande personalidade, mas não foi apresentada de uma forma muito diferente de outras personagens femininas dos livros de fantasia. Mesmo assim, gostei da personagem e espero vê-la nos demais livros.

Além dos capítulos e Interludes, o livro tem capítulos bem curtos chamados Intersects. São capítulos numerados, que acontecem no presente. Os Intersects mostram uma interação entre personagens secundários, mas que passam informações importantes relativos ao capítulo que segue. Eu gostei muito, porque a narrativa já serve para mostrar que o autor quer nos passar uma informação importante sobre os personagens envolvidos na cena narrada.

Por ser o terceiro livro de uma série planejada para ter sete volumes, acho que não fica muito difícil aceitar a ideia de que a trama, apesar das excelentes e preciosas informações e a ótima escrita do Scott, não avança muito. Parece que a intenção do Scott foi apresentar a Sabetha e aproveitar para começar a desenvolver algo que será mais importante para a série nos livros que estão por vir. Une-se a isso o fato do livro ter sido escrito quando o Scott passava por problemas pessoais, que se agravaram para uma depressão. A leitura agrada, porque o Scott consegue unir bem os momentos tensos e o senso de humor dos personagens, mas o livro é bem mais fraco do que os anteriores, porque alguns desfechos de cenas acabaram parecendo forçados demais. Mesmo assim, o Scott continua sendo um dos meus escritores favoritos no gênero e somente a leitura da série completa vai poder nos fazer entender mesmo este terceiro livro.

Termino esta resenha deixando a minha recomendação de leitura da série. Já temos os dois primeiros livros em português, lançados pela editora Arqueiro e não deve demorar a sair a edição brasileira do terceiro. Para aqueles que acompanham em inglês, o próximo livro da série tem como título The Thorn of Emberlain (na verdade, todos os sete livros da série já têm os seus títulos) e tem previsão para o ano que bem (dedos cruzados, amigos!).

.:.Abraços e até a próxima.:.

Anúncios

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Eventos, Fantasia e Ficção Científica, Resenhas, Romance e marcado , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

11 respostas para Resenha: The Republic of Thieves, de Scott Lynch

  1. Miss Lamora disse:

    Olá Cassiana =)

    eu também já li e gostei muito. É verdade que a trama em si não avança muito, mas é um livro crucial para o que está para vir nos próximos livros. E a Sabetha esteve muito bem =)
    Gostei bastante do comentário!

    bjs e boas leituras

  2. Ainda tou enrolando aqui pra comprar o primeiro, mas uma hora sai.

  3. Fiacha O Corvo Negro disse:

    Ois Cassi,

    estou a ler neste momento o 2 volume e a gostar muito, mas para ler este tenho mesmo que esperar que saia por ai no Brasil e fique disponivel em formato digital.

    Pode ser um livro de transição para o enredo e o facto do Lynch ter enfrentado uma depressão pode não ter ajudado, mas o importante é que já está previsto surgir o seguinte, sinal que já está bem 🙂

    Otima resenha 😉

    bjs

  4. Fábio Queiroz disse:

    Olá, CAssy. Acabei de ver no site da Amazon que República dos Ladrões já está em pré-venda, com data de lançamento para 04/Maio. Ponto para a Arqueiro!!!!!!!!

    • Cassy Teodoro disse:

      Com o ritmo de escrita do Scott, não foi novidade a Arqueiro alcançar. rsrs Mas foi ponto para a editora mesmo, assim vai lançar o quarto livro bem próximo do lançamento da edição original, quando essa sair lá fora.

  5. Pingback: República de Ladrões em pré-venda | .:.Dragonmountbooks.:.

  6. Pingback: Resenha: República de Ladrões | .:.Dragonmountbooks.:.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s