Resenha: Blood and Gold, de Anne Rice

Blood and Gold capaTítulo: Blood and Gold

Autora: Anne Rice

Publicação: 2001

Número de páginas: 564 páginas

Editora: Ballantine Books

ISBN: 9780345409324

Blood and Gold é o oitavo livro da série As Crônicas Vampirescas. No Brasil, o livro foi publicado pela editora Rocco, sob o título Sangue e Ouro

De todos os vampiros apresentados pela Anne Rice até este momento da série, o que eu tinha mais curiosidade de ver contar a sua história era o vampiro Marius, e em Blood and Gold, finalmente, isso acontece.

O vampiro Marius é o meu um dos meus personagens preferidos, depois do vampiro Lestat, e parte da sua história já havia sido revelada nos livros anteriores, em especial em O Vampiro Lestat e em O Vampiro Armand. Também é possível conhecer mais sobre Marius no livro Pandora, primeiro livro da duologia Novos Contos de Vampiros.

Apesar de compreender que o Marius nada mais é do um personagem secundário, embora seja elencado entre os personagens principais, eu sempre quis ver mais dele nos livros e achava uma pena a Anne ter incluído o Marius em algumas cenas e apresentado parte de sua história somente para servir ao propósito de contar a história de outro personagem. Mesmo assim, a sua aparição sempre foi marcante, porque foram em momentos de grande importância para a trama. Além disso, a sua personalidade se mistura bem com a impulsividade da personalidade do vampiro Lestat e nos momentos.

O contexto histórico apresentado pela Anne Rice no livro é brilhante, o leitor transportado para os tempos do Império Romano, onde a autora apresenta um pouco dos traços históricos e culturais de Constantinopla, passando pelo Egito antigo. Passando, ainda, pelos períodos de horror da Peste Negra. E aqui a Anne Rice me decepcionou um pouco, porque o período histórico da trama dá um salto para os tempos da Renascença, ou seja, todo o período que compreende a chamada Idade das Trevas (e não vou discutir se é correto chamar o período assim ou não) não foi coberto para trama, mas ainda assim, a Anne de alguma forma nos dá algo desse período histórico. Acho que a autora não quis criar muita polêmica em cima dos fatos desse período histórico, o que achei estranho vido da Anne. A sensação que fica é de um certo vazio, de algo incompleto na vida do Marius. Creio que essa era a intenção da Anne. Foi um pouco decepcionante, na verdade, mas não posso deixar de notar que foi o mais coerente com a história contada pelo vampiro.

Outra coisa que me decepcionou um pouco, foram alguns fatos serem meras repetições dos livros anteriores, sem que se fosse acrescentados mais fatos da história do Marius e contados de forma muito rápida, como se o acontecimento não tivesse tanta importância, quando na verdade, nos livros anteriores é bem claro que os fatos são importantes. Mas novamente pode ser a intenção da autora, tendo em vista as circunstâncias nas quais a história estava sendo contada.

No geral, Blood and Gold é um ótimo livro. Não há um avanço na trama da série, mas acaba sendo maravilhoso ouvir, de certa forma, o vampiro Marius contar a sua história e rever alguns fatos sob a ponto de vista do vampiro que de fato os vivenciou.

Finalizo esta resenha deixando a minha recomendação da leitura da série e lembro que já foi resenhado aqui o livro Drácula, do autor irlandês Bram Stoker, e a novela Carmilla, de Joseph Sheridan Le Fanu, que são dois clássicos da literatura vampiresca. Outra coisa, fico imensamente feliz de ver que as resenhas das Crônicas Vampirescas feitas aqui estão servindo de inspiração para que outros blogueiros leiam e deixem as suas próprias opiniões. Acho que não há recompensa maior para uma leitora e blogueira do que ver a sua recomendação aceita, lida, adorada e resenhada por outros leitores da blogosfera (e de blogs com muito mais seguidores!).

Muito obrigada pela confiança.

Esta resenha foi escrita ao som de Time Stand Still (At the Iron Hill), faixa do álbum Nightfall in Middle-Earth, da banda alemã Blind Guardian.

.:.Abraços e até a próxima.:.

Anúncios

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Curiosidades, Eventos, Fantasia e Ficção Científica, Ficção Vampiresca, Resenhas, Romance e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Resenha: Blood and Gold, de Anne Rice

  1. Ois Cassy,

    A ver se me junto na leitura desta escritora, pois à muito acompanho o teu entusiasmo e nunca li, mas quem sabe agora com o Kobo tudo se torne mais fácil, fica registado 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s