Resenha: Blood Canticle, de Anne Rice

Blood Canticle capaTítulo: Blood Canticle

Autora: Anne Rice

Publicação: 2003

Número de páginas: 401 páginas

Editora: Ballantine Books

ISBN: 9780345443694

Blood Canticle, publicado no Brasil pela editora Rocco sob o título Cântico de Sangue, é o décimo livro das Crônicas Vampirescas. O livro era considerado o encerramento da série, uma vez que a própria autora havia mandado um recado aos fãs dizendo que Cântico de Sangue era “simplesmente o último livro do Lestat em sua caminhada. As Crônicas terminaram” (vejam a mensagem oficial aqui (em inglês)) e durante muitos anos a autora confirmou não ter qualquer desejo de voltar a escrever sobre vampiros, até que no ano passado, foi publicado o 11º, Prince Lestat, que parece retomar as Crônicas Vampirescas nos tempos atuais, porém a partir dos eventos do terceiro livro da série, A Rainha dos Condenados

A cronologia exata após a publicação de Prince Lestat será falada, se possível, na resenha do livro que espero poder publicar em breve.

Voltando ao Cântico de Sangue, o livro é mais uma crossover entre as Crônicas Vampirescas e as Bruxas Mayfair e traz alguns fatos relacionados aos principais personagens da trilogia (aqui no Brasil uma tetralogia) dos Mayfair, bem como um pouco mais sobre os seres conhecidos como Taltos. Por isso, sugiro que antes de ler Cântico de Sangue, e mesmo o livro anterior, vale a pena dar uma lida na série das Bruxas Mayfair, pois fica mais fácil compreender a trama de Cântico de Sangue.

A trama gira em torno da situação de um dos integrantes da família Mayfair e a participação do vampiro Lestat, que também narra a história, acaba sendo bem importante para essa pessoa. Some-se a isso o fato do vampiro Lestat se apaixonar por uma das bruxas Mayfair e querer saber o que liga às bruxas aos seres conhecidos como Taltos.

Apesar da boa premissa e de ser uma história muito bem escrita, com reviravoltas bem contextualizadas e tudo que se espera da excelente Anne Rice, o livro acaba por ser um volume fraco dentro das Crônicas Vampirescas e acrescenta mais para a história da família Mayfair do que para o mundo dos vampiros da série.

Mesmo assim, eu gostei muito e acho que vale ler a série toda, respeitando a ordem de publicação que ajuda a entender melhor cada trama dos livros, embora alguns volumes não sigam exatamente os fatos do livro anterior. A própria Anne já admitiu que escreveu a série de modo que se possa ler qualquer volume em qualquer ordem, embora eu ache isso bem difícil de imaginar com os três primeiros livros. Eu indico a leitura na ordem de publicação, mas vocês façam o que for o melhor.

Termino esta resenha deixando a minha recomendação da série para os fãs da Anne, os fãs de literatura vampiresca e aqueles que tem curiosidade em conhecer a mitologia vampiresca da autora.

.:.Abraços e até a próxima.:.

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Fantasia e Ficção Científica, Ficção Vampiresca, Resenhas, Romance e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Resenha: Blood Canticle, de Anne Rice

  1. Ois,
    Bem tenho mesmo que colocar os seus livros no Kobo e meter mãos à obra, nunca li nada da escritora🙂

    Bjs e boas leituras

Por favor, deixem os seus comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s