Resenha: The Farthest Shore, de Ursula K. Le Guin

The Farthest Shore capaTítulo: The Farthest Shore

Autora: Ursula K. Le Guin

Publicação: 1972

Número de páginas: 288 páginas

Editora: Atheneum Books of Young Readers

ISBN: 9781442480834

The Farthest Shore é o terceiro livro da série The Earthsea Cycle. Para muitos leitores, o livro representava o fim da série, tendo em vista que o quarto livro só foi publicado quase vinte anos depois.

Há duas edições em português: uma de 1981, publicada pela editora portuguesa Livros do Brasil e intitulada O Outro Lado do Mundo; e a edição de 2002, também publicada por uma editora portuguesa, a Editorial Presença, intitulada A Praia mais Longínqua.

A trama se passa anos depois dos eventos do livro anterior e é conta pelo ponto de vista de um novo personagem, Arren, um jovem príncipe de Enlad. O personagem principal da trama, porém, é o Ged, já apresentado nos dois primeiros livros e protagonista da série, que agora é o Arquimago da ilha de Roke. Ged e Arren saem em uma missão para descobrir o que está acontecendo com o mundo, pois a magia está perdendo o seu poder e causando graves acontecimentos em vários locais.

Durante a sua missão, Ged e Arren testemunham eventos estranhos nos locais por onde passam, além de notarem comportamentos bizarros por parte da população. Em alguns trechos, as pessoas chegam ao fundo do poço, muitas se tornam viciadas ou parecem enlouquecidas. No desenvolver da história, mais situações estranhas vão sendo narradas e a tentativa de se descobrir a causa e se resolver o assunto vai ganhando forma através da narrativa.

Mais uma vez a Ursula arrasa na escrita, que é bem envolvente, com poucos momentos nos quais ela precisou dar uma segurada na trama para que o desfecho fosse bem construído, embora eu tenha achado o desfecho um pouco corrido. Acho que eu já disse isso nas resenhas dos livros anteriores, mas os livros dessa série não me parecem nem um pouco voltados para o público juvenil. Isso porque a Ursula tem uma forma de escrever que ultrapassa a parte literária e chega mais ao modo como nós encaramos tudo na nossa vida e os nossos medos.

Não acho que um leitor muito jovem entenderia algumas passagens do texto, em especial aquelas que parecem divagações e lições de vivência. Para mim, sem querer desmerecer a inteligência dos jovens leitores, a série é voltada para o público adulto. Embora os jovens leitores da época na qual o livro foi lançado com certeza eram muito diferentes da nossa geração de jovens leitores, ainda mais se levarmos em consideração o comportamento dos jovens de hoje, que gastam a sua vida nas redes sociais.

O desfecho do livro, apesar de eu achar um pouco corrido em comparação com a construção do enredo, é bem satisfatório e realmente dá aquele toque de fim para quem leu a série como trilogia, mas deixa umas pontas soltas, o que possibilitou a expansão da trama pela autora em mais livros da série.

Eu recomendo toda a série Earthsea/Terramar e espero que alguma editora brasileira publique mais livros da Ursula por aqui. Eu estou lendo um livro de contos que faz parte da série Hainish Cycle e está sendo uma leitura maravilhosa. Claro, continuarei a ler Terramar e em breve trarei a resenha de Tehanu para vocês.

.:.Até mais, gente!.:.

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Fantasia e Ficção Científica, Resenhas, Romance e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Resenha: The Farthest Shore, de Ursula K. Le Guin

  1. Fiacha disse:

    Ois,

    que saudades de ler livros desta qualidade, ainda me lembro que na altura li esta saga, Âmbar do Zelazny e por ai fora, mas veio o blog, parcerias e as nossas leituras mudam um pouco.

    Faço minhas as tuas palavras de leitura obrigatória🙂

    Abraços

Por favor, deixem os seus comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s