Resenha: Four Ways to Forgiveness, de Ursula K. Le Guin

four ways to forgiveness capaTítulo: Four Ways to Forgiveness

Autora: Ursula K. Le Guin

Publicação: 1994

Número de páginas: 252 páginas

Editora: Gateway

ISBN: 9780575108264

Ontem publiquei a resenha do quinto livro da série Terramar. Um livro que é leitura obrigatória, na minha opinião, claro, para os amantes desse interessante universo, que apesar de ser voltado para um público jovem, destaca de uma forma muito bem escrita as mazelas do comportamento humano revestido de cultura e costume, em uma abordagem adulta demais em sua maioria.

Gostei muito desse trabalho da autora e resolvi começar a ler uma outra série famosa de sua autoria, dessa vez para o lado da Ficção Científica: o Ciclo Hainish ou Ciclo Ecumênico. É uma série de oito romances únicos cujos acontecimentos se passam no mesmo universo e cujos temas são machismo, misoginia, religião, escravidão e política.

Apesar de parecer um tema batido, em especial o machismo e a misoginia já muito bem retratados no Ciclo Terramar, lembrem-se que no Ciclo Hainish teremos uma abordagem voltada para o lado menos fantasioso e mais adulto, além do fato da Ursula ser praticamente uma pioneira nessa temática e suas obras terem inspirados muitos autores atuais, por exemplo, a Ann Leckie, que se baseou em  A Mão Esquerda da Escuridão ao escrever alguns aspectos interessantes presentes em Ancillary Justice.

Bem, movida por um livro de contos, resolvi começar o universo Hainish também por um livro de contos. Four Ways to Forgiveness é o sétimo livro publicado dentro do universo Hainish e apresenta quatro novelas que retratam muito os temas mencionados acima e que acabam por mostrar como as pessoas podem se adaptar a diversas situações de subjugação sem que as aceite.

A autora menciona acontecimentos que creio fazerem parte e serem mais detalhados nos outros livros, porém, como a série é composta de romances únicos, ou seja, escrita de uma forma que possamos entender a trama sem ter precisado ler os demais livros, a história tem o seu começo, desenvolvimento e fim muito bem definidos em cada uma das novelas, deixando apenas a curiosidade em relação a algum fato mencionado.

Os personagens são muito bem desenvolvidos e a ótima narrativa da Ursula deixou as histórias muito envolventes. Teve novelas que me interessaram mais, porque trataram mais do universo da série e não ficaram somente no aspecto humano, foi o caso das duas últimas histórias: A Man of the People e A Woman’s Liberation. As outras duas histórias, Betrayals e Forgiveness Day, também possuem grandes momentos e eu gostei bastante.

No final da obra, a Ursula destaca os aspectos históricos e culturais do universo Hainish. Não é uma quinta história, são apenas fatos colocados pela autora para ajudar o leitor a conhecer melhor o universo dos livros.

Eu vou deixar para falar melhor sobre a série e cada livro (se foi publicado em português ou não) na resenha de cada um. Ainda tenho dois outros textos de Terramar para ler e assim que eu terminar, entro de vez no Ciclo Hainish. FourWays to Forgiveness ganhou uma edição em português publicada pela Editorial Presença e intitulada O Dia do Perdão.

Livro recomendadíssimo.

.:.Até mais, gente!.:.

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Fantasia e Ficção Científica, Resenhas, Romance e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Resenha: Four Ways to Forgiveness, de Ursula K. Le Guin

  1. fiacha disse:

    Viva,

    Sei que tenho vários livros da escritora por ler e quem sabe não tenha também desta serie que pelo que percebi vale mesmo muito a pena, a ver se consigo ler.

    Bjs

    • Cassy Teodoro disse:

      Acho que alguns títulos da Ursula estão esgotados aí. Aqui estão publicando novamente. Mas acho que vc consegue encontrar em feiras ou algo assim. Esse da resenha foi publicado aí em Portugal como ‘O Dia do Perdão’ e tem também ‘A Mão Esquerda das Trevas’ (o próximo que quero ler dessa série). Não sei o título dos outros.

Por favor, deixem os seus comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s