Adeus, Saída de Emergência Brasil!

Olá, pessoal! Bem, eu não poderia fechar a semana sem comentar a aquisição do catálogo da SdE Brasil pela editora Arqueiro. A partir do dia 01 deste mês, segunda-feira passada, todo o catálogo da editora Saída de Emergência Brasil foi incorporado no catálogo da editora Arqueiro.

O comunicado foi feito por ambas editoras no dia 21 de janeiro – infelizmente um período no qual eu estava sem internet:

Fonte: Editora Arqueiro

Fonte: Editora Arqueiro

Pois bem, acho que não é novidade para ninguém que ao começar as suas atividades no Brasil, a editora Saída de Emergência nada teria a ver com a SdE portuguesa, tanto que a editora portuguesa teve de esclarecer inúmeras vezes aos seus leitoes o fato de ambas editoras serem independentes entre si. A SdE Br estava ligada ao grupo da editora Sextante, da qual a própria Arqueiro faz parte. Portanto, nada mais justo do que ao encerrar as suas atividades que uma editora desse grupo assumisse o catálogo.

Mesmo que ninguém tenha pedido, vou deixar a minha opinião sobre o assunto: primeiro, o encerramento das atividades da SdE BR era uma tragédia anunciada. A editora não atualizava as suas redes sociais desde novembro de 2015 e muito menos respondia às perguntas de seus leitores sobre os futuros lançamentos e continuações de séries, inclusive,  perguntas de cunho jurídico, uma vez que muitas delas tinham a ver com defeitos nas edições, que nunca recebiam respostas por parte da editora. De fato, a editora não poderia ter ficado silente nesse quesito, pois é uma infração seríssima aos direitos do consumidor, mas qual empresa não desrespeita o consumidor e se acha no direito de fazer isso aqui no Brasil, não é? Em especial as empresas que deveriam espalhar cultura mais do que olhar para a própria receita?

Outra coisa, diferente do que muitos pensam, em especial funcionários e ex-funcionários da editora, ver uma editora se fechar no Brasil é motivo de muita tristeza para mim. A SdE BR poderia ser a porta para a entrada de muitas obras interessantes para os fãs de fantasia, mesmo com tantas outras editoras investindo na literatura especulativa. Uma editora encerrando as suas atividades diminui a chance de termos novas aquisições de direitos de publicação.

Ainda: gostei muito de ver A Corte do Ar no meio dos livros do catálogo, pois pode significar que finalmente teremos a continuação da série aqui (a série tem seis livros publicados). Informo que em Portugal, a editora responsável pela publicação desistiu da série e com a SdE BR o mesmo poderia acontecer. Eu ainda não li a série, achei o conceito muito interessante, mas vi muitas perguntas sobre a continuação da série e é uma pena quando uma editora começa a publicar uma série e não termina. Claro, tem a questão das vendas e tudo mais, afinal as editoras são empresas e vivem do lucro, mas nem um aviso, para que outra editora se interesse e possa continuar a publicar? Espero que a Arqueiro continue mesmo a série.

Finalmente, a série Malazan: pelo que eu entendi das notícias sobre a publicação dos livros dessa aguardada série aqui no Brasil, a SdE BR já teria adquirido os direitos. Não me pareceu que a situação ainda estivesse em negociação, por isso, acredito que estaria no catálogo incorporado pela Arqueiro, mesmo não aparecendo na imagem veiculada por ambas editoras. A Arqueiro chegou a responder algumas perguntas referentes à série, mas de forma muito vaga e muito parecido com o tipo de resposta dada pela própria SdE BR antes de se silenciar. Está muito claro que a preocupação é a publicação das séries em andamento, em especial a primeira parte do quarto livro da série Outlander, cuja previsão de lançamento é para o mês que vem.

Bom, é essa a minha opinião sobre o fim da jornada da SdE BR aqui no Brasil. Tenho certeza que a Arqueiro vai fazer um ótimo trabalho, em especial porque a editora terá a oportunidade de se dedicar mais à literatura fantástica e, com isso, aumentar não só o seu acervo, mas também, o número de leitores da editora, que já é muito grande. Eu particularmente gosto muito do trabalho gráfico da Arqueiro e o fato da editora não ter medo de publicar calhamaços, o que aumenta minhas esperanças de que Malazan, se for publicada (ok, vai ser, vai ser, vai ser…), não tenha os livros divididos.

É isso! A intenção não foi criticar a SdE BR, seus administradores e seus funcionários, apenas expor a minha opinião sobre o assunto. O blog está aberto para quem quiser se manifestar sobre o assunto, inclusive as próprias editoras citadas nesta matéria.

.:.Até mais, gente!.:.

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Curiosidades, Eventos e marcado , . Guardar link permanente.

8 respostas para Adeus, Saída de Emergência Brasil!

  1. Sinceramente? Também achei bola cantada.
    A estratégia de dividir livros desde o começo foi criticada. A editora tentava fazer a parte dela, mas muitas vezes deixava os leitores na mão. A maior parte do contato com os leitores vinha “extraoficialmente” de pessoas que trabalhavam lá e não da editora em si. Livros anunciados que não eram publicados ou que eram jogados pra dali a 2 anos. Em Novembro, quando surgiu a noticia de que ela estava passando por “reformulações”, eu já imaginei que isso podia acontecer.

    Nada contra ninguém da SdE, mas eu acho que foi melhor assim. A Arqueiro fará um bom trabalho

    • Cassy Teodoro disse:

      Ainda mais com outros exemplos de editoras que encerraram as suas atividades recentemente e que tb vinham praticando o mesmo tipo de comportamento perante os seus leitores. E bem lembrado, a nossa opinião é em relação à situação e não uma crítica negativa à editora em si, que tem suas razões para encerrar as atividades aqui. Espero que um dia a SdE BR possa se reestruturar e voltar com força total.

  2. Fábio Queiroz disse:

    Concordo com todas as ponderações colocadas. O mercado de livros é competitivo e não dá para marcar bobeira, sobretudo, quanto aos leitores “profissionais”. Um livro é como se fosse parte da família! De qq maneira, muito obrigado à SDE pela série o Mago que me proporcionou muitas horas de entretenimento com o carismático Pug e companhia.

    • Cassy Teodoro disse:

      Era o que já vínhamos falando faz tempo aqui, né, Fábio? Não só a gente, como outros visitantes do blog. Repito: é uma pena. E torço muito para que a Arqueiro dê conta do recado, porque é um grande acréscimo literário em seu acervo.

      p.s.: atolei no segundo livro da série do Mago.

  3. fiacha disse:

    Viva,

    Venho finalmente visitar este blog que gosto tanto e apanho logo com esta mensagem, já tinha tido conhecimento e subscrevo na integra o teu comentário, mas confesso que tenho muita pena😦

    Bjs

  4. Pato Vaz disse:

    A série Malazan não só estava adquirida como já tinha 2 livros traduzidos…espero que andem para a frente com o lançamento!
    Quanto à divisão dos livros…pelos vistos a Arqueiro também continuar a odisseia da SDE Brasil, pelo menos com a série Outlander!

    Cumps,
    Pato Vaz

    • Cassy Teodoro disse:

      Oi, Pato! Mas as editoras costumam adquirir tudo? Eu pensei que fosse aos poucos para verificar as vendas e aí sim publicar o resto e por isso tanta série da SdE estava em aberto, sem finalização. Enfim, não sabemos o teor da transferência de catálogo, pois pode acontecer dos direitos de aquisição expirarem e ficarem à disposição de outra editora (torcendo para a Darkside pegar a série). Enfim, aguardemos mais notícias.

      Outlander também foi dividida pela Rocco, a editora anterior e que deixou esse tesouro escapar e deve estar se arrependendo amargamente. rsrs

Por favor, deixem os seus comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s