Resenha: Cidade dos Etéreos, de Ransom Riggs

Cidade dos etéreos capaTítulo: Cidade dos Etéreos

Título original: Hollow World

Autor: Ransom Riggs

Publicação: 2016

Número de páginas: 383 páginas

Editora: Intrínseca

ISBN: 9788580578904

A Trilogia, O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares, como sugere o título, é bem peculiar. Resumidamente, para você que ainda não conhece a série, a estória gira em torno de um grupo de crianças com poderes sobrenaturais os mais diversos e que vivem reclusas e isoladas do mundo dito normal, em uma espécie de autoexílio em fendas temporais guardadas por Ymbrynes, seres capazes de mudar da forma humana para a de ave e, também, de manipular o tempo. Gostaram? Então confiram a resenha do primeiro livro desta excelente série aqui, em nosso amado e estimado blog!

Em a Cidade dos Etéreos, segundo livro da série, acompanhamos a extraordinária saga de nossos protagonistas – exatamente após os eventos que encerram o volume anterior – em uma desesperada tentativa de fuga dos etéreos, monstros invisíveis que se alimentam de peculiares. E, para piorar, praticamente todas as Ymbrynes foram capturadas em uma ação coordenada dos etéreos e seus vassalos, os acólitos, deixando, à própria sorte, dezenas…centenas de peculiares à mercê destas criaturas.

Seguimos, então, para a Londres de 1940, em um cenário de devastação, em plena Segunda Mundial, e, também, o possível local de concentração de outros peculiares sobreviventes. Vemos, novamente, Jacob Portman, nosso principal personagem e o único capaz de sentir e ver os etéreos, descobrindo novos fatos sobre seu passado, sobre sua natureza peculiar e diante de uma decisão muito difícil a ser tomada: permanecer no passado com Emma, a peculiar por quem se apaixona, ou voltar para o presente, para sua família.

Devo dizer que não achei a Cidade dos Etéreos tão bom quanto o primeiro volume. A estória é, literalmente, uma continuação, sem muitas novidades, e, a linha narrativa, praticamente toda ela, voltada à tentativa de trazer à sua forma humana a srta. Peregrine, a Ymbryne responsável pela fenda temporal de nossos pequenos heróis. Isso é um problema? Claro que não. O primeiro livro, de fato, é muito bom exatamente pela novidade da trama, totalmente inusitada, a ponto de chamar a atenção até mesmo do genial Tim Burton, responsável pela adaptação do primeiro volume da trilogia para as telonas do cinema, com previsão de estreia para março/2016 e com nomes como Samuel L. Jackson no elenco.

Voltando, então, à nossa trama, é normal que em trilogias o volume intermediário seja menos impactante, aquele em que se fazem amarras preparando o leitor para o desfecho que, neste caso, tenho altíssimas expectativas. Se a narrativa em Cidade dos Etéreos se arrasta um pouco, apesar de ainda assim ser bem interessante, deixe-me ressaltar, as últimas 50 páginas são alucinantes, com Jacob descobrindo novas habilidades em meio a momentos de muita tensão.

Outro ponto que merece destaque: a beleza do livro. Editado em capa dura seguindo o modelo americano (aquele em que há uma sobrecapa com a arte original) e com belíssimo acabamento, o livro segue um padrão acima da média a que estamos acostumados aqui no Brasil. Vale lembrar também que a obra, originalmente parte do catálogo da Leya, agora tem seus direitos vinculados à Intrínseca que, convenhamos, é muito mais profissional, daí este salto quântico na qualidade.

Ainda assim, vale dizer que há vários erros gramaticais e de tradução, mas nada que salte aos olhos ou comprometa a leitura. Enfim, caros amigos viciados em fantasia, este é um livro estranho, mas na acepção mais positiva do termo: de uma forma cativante e, digamos, peculiar, ele cria uma atmosfera única e que tem tudo para deixar marcas inesquecíveis na memória de seus leitores.

Anúncios

Sobre Fábio Albergaria

É professor universitário, darwinista convicto, colecionador de livros antigos e, claro, viciado em tudo que tenha papel, tinta e muita imaginação. Brasiliense de nascimento, mas elantrino por vocação.
Esse post foi publicado em Fantasia e Ficção Científica, Resenhas, Romance, Suspense/Terror e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s