Resenha: Small Gods, de Terry Pratchett

Small Gods coverTítulo: Small Gods

Autor: Terry Pratchett

Publicação: 1992

Número de páginas: 400 páginas

Editora: Transworld Digital

ISBN: 9781407034843

Esta resenha foi originalmente publicada no extinto blog Escotilha Literária.

Small Gods é o décimo-terceiro livro da série de fantasia e humor Discworld. É o segundo livro que eu leio da série e o livro através do qual muitos leitores começaram a sua jornada pelo estranho e não menos realista mundo de Discworld, isso porque para ler Small Gods não é preciso ter qualquer conhecimento prévio da saga, pois é um romance único da série, embora apareçam menções de conceitos e personagens que li em The Colour of Magic.
O livro conta a história do Irmão Brutha e seu contato com o Grande Deus Om e através da interação desses dois personagens, o autor apresenta outros locais de Discworld (não sei se já apresentados em outros livros, pois só li dois até agora) e personagens que ajudam a abrilhantar ainda mais a trama.

Small Gods é uma das melhores críticas à institucionalização da religião e ao religioso que usa a sua fé em busca de supremacia e poder, acabando com outras crenças e culturas, além de mostrar o desastroso uso da religião nas questões políticas. É importante deixar claro – e foi isso o que eu entendi – que em nenhum momento o autor critica o fato de alguém ter, pertencer ou acreditar em algo. O problema não é a religião em si, mas a forma como alguns religiosos usam a sua fé como argumento e motivo para realizar barbáries e destruir outras crenças, outros costumes e outras culturas. Muito do que é colocado no livro remete ao que a Igreja Católica fez, mas percebe que o autor não deixa escapar o péssimo comportamento de outros grupos religiosos que embora critiquem o Catolicismo, repetem os mesmos erros.

O autor não se esquece daqueles religiosos que de fato acreditam nas palavras que pregam, por acreditar simplesmente, por ter de fato uma ligação com o seu lado espiritual, e não porque espera algo em em troca, ou visa atingir um status hierárquico de poder, mesmo sendo uma fé ingênua, mas que está mais perto do perfil real de um religioso do que daquele que comete atrocidades em nome de uma entidade e ser supremos.

A narrativa recheada de humor, sarcasmo, ironia, trocadilhos e paródia, fazem com que a leitura sseja bem mais leve, mais envolvente e muito mais rápida, porém, acaba mostrando de uma forma muito mais triste o quanto o ser humano fanático é capaz de realizar os atos mais vis ao invés de praticar o que prega.

O desfecho é lindo e triste ao mesmo tempo.

Small Gods entrou para o rol dos meus livros favoritos. Recomendo muito, mas muito mesmo, a leitura do livro.

.:.Ate mais, gente!.:.

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Fantasia e Ficção Científica, Resenhas, Romance e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Resenha: Small Gods, de Terry Pratchett

    • Cassy Teodoro disse:

      Sempre me lembro de você quando leio os livros dessa série. rs

      • vagnerstt disse:

        Alguns dias atrás li A Cor da Magia e gostei bastante, muitas risadas no caminho. hauhauha

        Em breve pretendo continuar a série, vou lendo aos pouquinhos mesmo, já que são 40 livros e não quero deixar várias outras séries de lado só por causa de 1.

      • Cassy Teodoro disse:

        Fiz uma meta e estou lendo por partes também. A primeira vai até o livro oito mais Small Gods. Depois até o livro 16 ou 17. Aí paro um pouco.

      • vagnerstt disse:

        Discworld tem que ser apreciado aos poucos, sempre bom revisitar o Disco de tempos em tempos, no meio daqueles tijolões que a gente lê toda hora. haha

Por favor, deixem os seus comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s