Resenha: Guards! Guards!, de Terry Pratchett

Guards guards coverTítulo: Guards! Guards!

Autor: Terry Pratchett

Publicação: 1989

Número de páginas: 416 páginas

Editora: Harper Collins

ISBN: 9780061804793

E chegamos ao oitavo livro da série Discworld, primeiro livro do arco City Watch e nono livro da série que resenhado aqui no blog. 

Apesar de ver um certo padrão no uso dos elementos pelo Sir Pratchett, como o humor ácido (Zoeira, para alguns. Embora não a zoeira por zoar, mas de forma crítica e bem realista), por exemplo, ainda não me cansei da saga. Isso porque o autor sabe criar atmosferas diferentes em suas narrativas e não somente em relação à trama, mas em relação ao que ele quer enfocar em sua história. Assim, em cada livro, vamos conhecendo mais do mundo do Disco.

Em Guards! Guards!, o leitor conhece a os patrulheiros da cidade Ankh-Morpork, formada pelo Capitão Vimes, o Sargento Colon, o Cabo Nobbs e o novato Carrot. De todos, em princípio, é o Carrot que chama a atenção pelo seu comportamento perante as infrações cometidas pelos habitantes da cidade. O personagem aplica de forma irrestrita a lei e acaba criando situações embaraçosas para os seus colegas de corporação, pois o jovem aplica a lei a TODOS, inclusive nobres. Carrot aplica até as penas referentes àquelas infrações menores, cuja aplicação nem é mais costume no local.

Fica muito claro a crítica do autor à mitigação da aplicação de leis e, sendo advogada, é bem triste ver que aquilo descrito no livro é uma realidade no nosso mundo real, que mais parece um belo enredo de livros de fantasia de tão surreal que chega a ser o comportamento de certas pessoas. Enfim, é mais uma realidade muito bem retratado por Pratchett que se insere perfeitamente no contexto da história do livro, chamando o leitor para algo fora do texto fictício. Tudo carregado de humor, mas que no fim de cada risada, dói perceber a verdade retratada ali.

A Patrulha tem que investigar o aparecimento de um dragão e ao mesmo tempo tentar impedir que o Patrician, uma espécie de soberano da cidade, seja deposto, pois uma certa Irmandade, com cunho religioso, pretende substituir o nobre no poder por alguém que a Irmandade possa controlar.

Pessoal, essa questão política-religião é antiga e a nossa História tem mostrado o quanto foi desastrosa a intervenção da Religião na Política e vivendo em um país, onde uma parte do Congresso Nacional é formado por religiosos que usam argumento religiosos, ao invés de legais, para tentar restringir direitos de certas classes e grupos sociais, acho que não preciso entrar em muitos detalhes do quanto é maravilhoso ver um autor crítico como o Pratchett retratar isso.

Acho que não preciso me alongar muito nessa série, pois corro o risco de repetir o que eu disse nas oito resenhas anteriores. Termino, deixando a minha recomendação de leitura dessa série, lembrando que qualquer livro pode ser lido em qualquer ordem, as menções, no começo de cada resenha, quanto aos arcos, são somente informações para vocês terem uma ideia do enfoque do autor em cada um dos seus livros.

.:.Até mais, gente!.:.

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Romance e marcado , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Resenha: Guards! Guards!, de Terry Pratchett

  1. Terry Pratchett é sensacional.

  2. vagnerstt disse:

    Ano que vem eu provavelmente lerei a sequência desse livro, que imagino ser o 15º, Men at Arms. Torcendo pra dar muitas risadas, como sempre acontece com Pratchett! o/

    http://desbravandolivros.blogspot.com.br/2015/09/resenha-guardas-guardas-terry-pratchett.html

Por favor, deixem os seus comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s