Resenha: A Revolta do Inquisidor, de Raphael Prats

capa aberta revota do inquisidor OK.inddTítulo: A revolta do Inquisidor

Autor: Raphael Prats

Publicação: 2015

Número de páginas: 192 páginas

Editora: Novo Século Ebook

ISBN: 9788542806915

Antes de mais nada, devo deixar bem claro a vocês, que esse livro não retrata os períodos horrendos das práticas contra os ditos hereges patrocinados pela Santa Igreja Católica, conhecidas como Inquisição.

Apesar disso, o conhecimento sobre essa prática cruel da Igreja Católica ajudará muito no entendimento das atitudes do protagonista, o Cardeal Inquisidor Tommaso Tirabosco, que num lampejo de consciência, após ano se dedicando ao ofício de Inquisidor, vê a oportunidade de fazer o que de fato acha certo para o progresso da humanidade.

Tommaso, juntamente com o seu secretário Giancarlo, parte em busca de documentos preciosos para o desenvolvimento das ciências, considerados provas dos movimentos heréticos e cujo destino seria a fogueira, para entregá-los aos acadêmicos da universidade de Cambridge, na Inglaterra. Porém, o bispo Alexio, que deseja tomar o seu lugar como cardeal de Florença, une-se ao cardeal Antonino, que deseja ser o novo Papa, para impedir Tommaso.

O livro não tem cenas gráficas de torturas, nem mesmo em flashbacks. O autor concentrou a sua narrativa na tentativa de Tommaso de se redimir.

Uma coisa que deve ficar clara é que, embora a Inquisição seja a grande mancha na reputação da Igreja Católica – e da nossa História – em nenhum momento o autor foi desrespeitoso com a instituição e os seus seguidores. E isso fica bem claro já no começo do livro na leitura do prólogo e nos demais capítulos do livro.

Sobre a narrativa, a leitura é bem rápida, apesar do número de capítulos, pois cada um deles é bem curto e as ações são narradas de forma bem direta, com certos detalhamentos muito concentrados naquilo que está sendo contado, o que às vezes passava uma impressão de querer saber mais do que foi contado ali.

Dos personagens só se sabe o estritamente necessário para a narrativa e senti falta de um complemento de informações, pelo fato do autor colocar alguns fatos interessantes sobre os personagens, mas não desenvolver nada sobre o assunto. O que em si, não é um ponto negativo do livro, mas acaba parecendo que o autor se limitou – e muito – para não escrever mais do que o narrado quando a própria história pedia mais.

Como livro de ficção histórica que é, a obra conta com menções e participações de personagens históricos reais, inclusive o quanto os monarcas e soberanos disputam com o Clero a liderança dentro dos limites territoriais dos seus reinos. O que é bem interessante de se vê, tendo em vista o papel da Igreja em diversos acontecimentos históricos.

Finalmente, sobre o desfecho: embora, os capítulos finais tinham aquela tendência de dar o tal clímax para a história e a jornada até ali ter sido bem interessante, eu não me senti tão dentro do clímax. Entretanto, uma das cenas finais, meus queridos, essa sim me surpreende e fez valer muito toda a leitura. De qualquer, maneira eu deixo a recomendação. Sempre vale a pena ler e conhecer os novos talentos da nossa literatura.

.:.Até mais, gente!.:.

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Ficção Histórica/Romance Histórico, Resenhas, Romance e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Resenha: A Revolta do Inquisidor, de Raphael Prats

  1. oi, cassy, te mandei um watts mês passado, vc viu ?

Por favor, deixem os seus comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s