Recomendações: Laranja Mecânica e Imaro

Olá, pessoal! Hoje deixo mais duas recomendações de leituras bem bacanas, a primeira é um clássico da distopia, Laranja Mecânica, de Anthony Burgess, e o segundo se refere à mais uma aventura minha no subgênero espada e feitiçaria, Imaro, de Charles R. Saunders.

Laranja Mecânica, de Anthony Burgess:

Gente, que livraço! Conheci a história desse livro através do filme e, mesmo assim, não consegui não me impressionar com a narração de cenas já conhecidas por mim por conta da adaptação cinematográfica.

A história, de acordo com o que li no Reddit, já começa bem bizarra pelo fato do autor ter se baseado em um triste e asqueroso episódio sofrido por sua esposa. Na narrativa, conhecemos o jovem Alex, o narrador da história, dono de um gosto musical para lá de apurado, mas também dono de um talento incrível para violência. Junto com o seu grupo de amigos, por assim dizer, Alex comete uma série de infrações e crimes com requintes de crueldade alarmantes em alguém tão jovem.

Além desse fato, o livro traz uma ambientação bem próprias das distopias, ou seja, uma Inglaterra contaminada pela delinquência juvenil. Alex acaba preso e submetido a um tratamento, no mínimo, curioso, que serve para o leitor pensar no real comprometimento do Poder Público para o fim da violência, sem contar, que Alex escapa daquele tipo de jovem delinquente desestruturado, o que deixa a narrativa empolgante. Bom enredo, ótima narração e bom desfecho.

Imaro, de Charles R. Saunders:

Inspirado nos povos, lendas, mitologia, crenças e nas belezas naturais do continente africano, o livro conta a história do jovem Imaro e sua luta, em um primeiro momento, para ser aceito no povoado de sua mãe e desfazer a trama de um maligno feiticeiro.

O livro é o primeiro de uma série e se passa no mundo de Nyumbani. Todo o enfoque narrativo se apresenta de forma a dar mais enfase aos conflitos do personagem principal e ao que ele enfrenta, carregando uma atmosfera de aventura e magia bem próprios das narrações do estilo espada e feitiçaria. Para os leitores da fantasia épica mais tradicional, pode não ser tão agradável, mas é uma excelente maneira de conhecer um cenário diferente dos castelos e paisagens pseudo-europeias presentes na maioria das obras.

O autor apresenta diversos povos e suas diferenças de aparência e cultura, assim como, as diferentes paisagens naturais, além da bela interação homem natureza, ou seja, o que cada povo aproveita do ambiente no qual vive.

Há também questões mágicas e mitologia envolvidos, mas não com tanta ênfase quanto eu esperava, o que acabou tornando a leitura desinteressante em alguns trechos nos quais eu gostaria de saber mais, porém, o livro deve ser encarado, porque o é, como o começo, a introdução de uma história maior.

Quanto aos personagens, pelo fato de ser o primeiro livro, fica muito claro que o autor quis ser mais econômico e em alguns trechos eu fiquei com a sensação de algo faltando, mesmo sabendo que cada capítulo, na verdade, é um conto.

De qualquer maneira, vale o seu tempo se espada e feitiçaria é o seu estilo de narrativa preferido e para o leitor que deseja ler algo menos pseudo-europeu.

Não consegui achar publicações em português. Talvez alguma editora se interesse, embora eu ache bem difícil. Pelo menos, para quem quiser se aventurar, a série, que tem quatro livro, já está finalizada.

.:.Até mais, gente!.:.

Anúncios

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Curiosidades, Fantasia e Ficção Científica, Romance e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Recomendações: Laranja Mecânica e Imaro

  1. Nuno Ferreira disse:

    Viva Cassy. O meu primo comprou o Laranja Mecânica, depois tenho de lhe pedir emprestado. Já o Imaro nunca ouvi falar, mas pela sua opinião parece bem interessante. 🙂
    Beijo e boas leituras

    • Cassy Teodoro disse:

      Olá, Nuno! Sobre Imaro, eu também não conhecia e foi uma indicação de alguns leitores americanos lá no Goodreads. Não é uma obra-prima, mas vale o tempo. Quanto ao livro Laranja Mecânica, achei muito bom, mas é aquele tipo de leitura cuja satisfação está na escrita, na ambientação e no personagem principal, pois não é aquele tipo de livro com história agradável.

      Bjs e excelentes leituras!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s