Resenha: O último reino, de Bernard Cornwell


Título: The Last Kingdom

Autor: Bernard Cornwell

Publicação: 2004

Número de páginas: 368 páginas

Editora: HarperCollins

ISBN: 9780060826734

The Last Kingdom é o primeiro livro da série de ficção histórica conhecida aqui no Brasil como As Crônicas Saxônicas, do conhecidíssimo escritor britânico Bernard Cornwell.

O livro é um romance sobre o Rei de Wessex, Alfredo, o Grande, um dos governantes mais influentes da história inglesa, sendo considerado um herói santo; os seus admiradores tentaram a sua canonização e até possui um dia próprio para festividades em seu nome. Não à toa, é considerado um dos padroeiros da Inglaterra, sendo chamado de Santo Alfredo da Inglaterra. O moço não foi pouca coisa.

Apesar da grande importância dessa ilustre figura histórica para a construção do que se tornaria a Inglaterra que conhecemos, a sua tentativa de unir o seu povo e os vários reinos anglo-saxões é contada no livro pelo guerreiro Uhtred Ragnarson, que acaba por desempenhar na narrativa o papel de protagonista e narrador, embora o autor nunca se descuide de narrar fatos e eventos que envolvem as ações de Alfredo, o Grande.

Ainda na infância, Uhtred acaba sofrendo uma perda e é adotado por Ragnar, crescendo junto com os dinamarqueses, justamente o povo responsável pela invasão de sua terra natal. Uhtred acaba por assimilar a cultura dos invasores e se considera mais dinamarquês do que inglês. Porém, anos depois e já um guerreiro, ele se vê obrigado a prestar os seus serviços ao rei Alfredo, que exige certos compromissos, por conta da sua religiosidade.

Por ser contado primeira pessoa, as impressões que se tem sobre os demais personagens são apenas aquelas do próprio Uhtred, que ora expressam grande admiração, ora expressam críticas, mas muito bem contextualizadas pelo autor para que o leitor possa ter uma ideia sobre a cultura da época.

Gostei muito do Uhtred como personagem e como narrador. A sua criação pelo autor é algo que vale ser lido nas anotações historicas que integram a obra. Aliás, essas notas históricas merecem mesmo a atenção do leitor, pois ajudam a entender melhor a história do livro, o que fato real, quais as figuras históricas reais, o que é ficcional dentro de eventos reais da história inglesa e o que é puramente ficção.

Sem dúvidas, é um universo fantástico para se descobrir através da história de um dos países mais fascinantes do planeta. Não há como não reconhecer a riqueza que é a história da Inglaterra.

Livro recomendado.

.:. Até mais, gente!.:.

Anúncios

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Romance e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Resenha: O último reino, de Bernard Cornwell

  1. Maurilei Teodoro disse:

    Já li os dez volumes da série lançados por aqui, e mesmo a saga estando se estendendo mais e mais, o alto nível não cai nem um pouco !!

  2. vagnerstt disse:

    Vida longa às Crônicas Saxônicas!

    Wyrd bio ful araed

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s