Resenha: Estrela da Manhã, de Pierce Brown

Título: Morning Star

Autor: Pierce Brown

Publicação: 2016

Número de páginas: 638 páginas

Editora: Del Rey

ISBN: 9780345539854

Fechando o que até então era uma trilogia, Morning Star, terceiro livro da série Red Rising, publicado no Brasil pela editora Globo Livros sob o título Estrela da Manhã, continua os eventos de seu antecessor, Filho Dourado

O livro mantém o nível dos antecessores, pois o autor mantém a sua ótima escrita, sempre direta, mas bem desenvolvida nos pontos chaves do livro, naqueles momentos bem tensos e densos da história. Alguns eventos chegam a pegar o leitor de surpresa, mas não chegam a ter aquela sensação do começo da série, pois como o livro era o fim de uma, até então, trilogia.

O ponto alto do livro fica mesmo com a derradeira luta de classes. Dessa vez, de forma até mais literal. As cenas rendem muito bem dentro dessa literalidade de luta de classes e fazem a leitura ser bem fluída.

O que eu disse na resenha de Filho Dourado sobre o Darrow voltar a ter uma certa sensibilidade é bem mais aproveitado aqui. Mas se ele volta a ter tal humanidade, a sua natureza vingativa no começo da série ainda continua forte por conta dos acontecimentos envolvendo as classes.

O desfecho é o esperado, embora conclua muito bem a história e dê o fechamento que a série merecia. Por fim, deixo a minha recomendação da leitura.

.:.Até mais, gente!.:.

Sobre Cassy Teodoro

Constant Reader. SJW. Green Ajah.
Esse post foi publicado em Fantasia e Ficção Científica, Resenhas, Romance e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixem o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s