Resenha: Gwendy’s Button Box, de Stephen King e Richard Chizmar

Título: Gwendy’s Button Box

Autores: Stephen King e Richard Chizmar

Publicação: 2017

Número de páginas: 164 páginas

Editora: Cemetery Dance

ISBN: 9781587676116

Gwendy’s Button Box é uma novela escrita por Stephen King em parceria com o escritor Richard Chizmar que retrata a história de Gwendy Peterson e as mudanças em sua vida após receber do estranho Richard Farris uma estranha caixa.

A história começa em 1974, quando Gwendy está com doze anos idade e passando pelos diversos problemas comuns do fim da infância e começo da adolescência. A garotra é interpelada, no local conhecido como a Escada dos Suicídios, por Richard Farris, um estranho homem de vestimentas negra (lembra alguém?) que a presenteia com uma intrigante caixa com botões de cores e funções diversas, sendo dois desses botões considerados perigosos. A caixa também alavancas. Além disso, os poderes variam entre realização de coisas boas e ruins, dependendo do ponto de vista de cada um.

Assim que se vê detentora da caixa, Gwendy acaba tendo uma adolescência dos sonhos. Ela consegue emagrecer e se tornar o tipo de beleza considerada ideal para os padrões americanos. Em contrapartida, outras coisas não muito agradáveis acontecem na vida da garota. A caixa parece ganhar um simbolismo bem mair do que apenas realizar bons ou péssimos acontecimentos, tornando uma espécie de analogia com a mente humana, variando entre a simples curiosidade em saber o que aconteceria se certo botão ou alavanca fosse acessada, exatamente como uma espécia de por em ação determinado comportamento ou, simplesmente, exteriorizar certos tipos de pensamento.

O ponto é: o que de fato, seja bom ou ruim, foi ocasionado pela Gwendy, as pessoas com quem ela se relaciona, outros seres humanos, e o que foi ocasionado pelos poderes presentes na caixa? Algumas respostas estão na história, outras, porém, como a própria vida, ficam entre o destino e a ação ou merecimento de cada um.

Embora seja uma história que entretenha e coloque o leitor mais atento para pensar, além de uma leitura bem rápida, recomendo para os fãs mais antigos do Stephen King, até porque possui alguns elementos que o autor gosta de usar bastante e cujos leitores mais fieis estão acostumados, podendo não agradar àquele leitor que deseja conhecer as obras do autor.

Por fim, deixo a informação de que essa novela chega às livraria brasileiras neste mês de outubro. Portanto, acessem as livrarias de confiança de vocês caso tenham interesse em ler.

.:.Até mais, gente!.:.

Anúncios

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Fã do Stephen King. Adora Supernatural e filmes de terror.
Esse post foi publicado em Fantasia e Ficção Científica, Resenhas, Stephen King, Suspense/Terror e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Resenha: Gwendy’s Button Box, de Stephen King e Richard Chizmar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s