Resenha: Oathbringer, de Brandon Sanderson

Título: Oathbringer

Autor: Brandon Sanderson

Publicação: 2017

Número de páginas: 1666 páginas

Editora: Tor Books

ISBN: 9780765399830

Oathbringer é o terceiro implemento da série de fantasia The Stormlight Archive, de autoria do escritor estadunidense Brandon Sanderson. De acordo com o site Copppermind, a obra contém 122 capítulos, quatorze interlúdios e um epílogo, totalizando 458.045 palavras. Além disso, ainda de acordo com o site, temos 29 diferentes pontos de vistas, totalizando 273 POVS em todo texto (contando os povs que se repetem nos capítulos. Acho que deu para entender.).

O livro começa com um prólogo maravilhoso, um dos melhores que já li em toda a minha experiência como leitora de séries de fantasia. Temos a personagem Eshonai, por quem nutro uma admiração muito grande, acho uma das melhores personagens da série. Ela é um dos personagens principais da série e tem alguns dons bem interessantes que não vou revelar por questões óbvias, além de uma ter tido uma interação com Gavilar Kholin. A personagem está preocupada com a questão dos Parshman.

E essa questão dos Parshman rende bons momentos na narrativa. Daqueles que demonstram bem o que é uma obra de fantasia voltada para um público mais adulto (embora alguns livros YA também trazem em seu bojo esse tipo de narrativa) que seria a missão de entreter o leitor, mas, ao mesmo tempo, não deixar de abordar assuntos bem sérios, para não dizer trágicos e cruéis, da nossa história real, em especial um evento horroroso da história dos Estados Unidos e bem parecido com a história brasileira, que seria a questão da escravidão.

Entrando na história dos capítulo em si, o autor faz aquilo que eu já esperava, tendo em vista o seu planejamento em relação à quantidade de livros na série (seriam dez livros, divididos em dois arcos) e acaba por trazer uma narrativa uma pouco mais lenta e, em princípio, menos empolgante, mas não sem surpresas e reviravoltas, além dos assuntos relacionados aos dons mágicos referentes ao mundo de Roshar.

O constante paralelismo entre o clima de Roshar e o clima de tensão de uma pré-guerra ou pré-batalha não deixa que a narrativa caia em uma estado de enrolação ou mesmo pareça entediante. Longe disso, temos revelações que ajudam a entender melhor o uso de certos dons, mesmo dentro dos pontos de vista de personagens menos importantes. Sem contar que o foco da narrativa se constroi na história de Dalinar Kholin, onde passado e presente se complementam trazendo um conteúdo importante para entender diversos momentos da história da série como um todo até aqui.

O que é tenso fica ainda mais, quando certo aspecto da história de Roshar unido com a iminente Desolation, vem à tona e mostra ao leitor que não existe lado certo em uma guerra. Ou pelo menos, não existe o absolutamente lado bom ou o absolutamente lado ruim. Embora, a narrativa acabe favorecendo muito mais os Alethi, na minha opinião. Porém o autor não deixa de mostrar – e fez isso nos livros anteriores – o outro lado da história.

Os demais personagens, entre os principais e os menos importantes, vamos dizer assim, cumprem bem o seu papel na trama, embora eu preferisse ter visto mais da Jasnah, por exemplo, ou mesmo do Kaladin, e menos da Shallan que voltou a ser uma personagem que mais me aborreceu ler sobre, do que ajudou a esclarecer certos aspectos do seu dom. Infelizmente, porém, o Brandon escolheu justamente a Shallan para nos mostrar certas habilidades que ajudaram e muito a enriquecer o nosso conhecimento sobre esse fascinante mundo de The Stormligth Archive.

Por fim, deixar a recomendação da série como um todo (pelo menos até aqui).

.:.Até mais, gente!.:.

Sobre Cassy Teodoro

Constant Reader. SJW. Green Ajah.
Esse post foi publicado em Fantasia e Ficção Científica, Resenhas, Romance e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Resenha: Oathbringer, de Brandon Sanderson

  1. Maurilei Teodoro disse:

    Minha série de fantasia preferida é a primeira era de Mistborn, e acredito que esta série seja ainda melhor.

    Sabe se tem previsão de lançarem por aqui?

Deixem o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s