Resenha: O Sorriso da Hiena, de Gustavo Ávila

Título: O sorriso da hiena

Autor: Gustavo Ávila

Publicação: 2017

Número de páginas: 264 páginas

Editora: Verus

ISBN: 9788576865940

O que determina o desenvolvimento da maldade humana? Seríamos condicionados por fatores externos, pelo ambiente que nos cerca, ou trata-se, afinal, de algo inerente à nossa natureza, incondicional e imutável? Essa é a principal questão que dá contornos ao surpreendente O Sorriso da Hiena, um thriller policial como poucos. Este é um daqueles livros que todo autor sonha em escrever, sobretudo, em se tratando de uma obra debutante. Em sua estreia na literatura, Gustavo Ávila nos brinda com uma obra grandiosa que, sem dúvida, já nasceu como um marco na literatura policial tupiniquim e que tem tudo para ladear os grandes best-sellers do gênero. Nesse sentido, eu o colocaria, sem pestanejar, ao lado de meus escritores favoritos, o dinamarquês Jussi Adler-Olsen e o espanhol Toni Hill. Continuar lendo

Publicado em Resenhas, Romance, Suspense/Terror | Marcado com , , , , , | 2 Comentários

Divulgação: Piano Vermelho, de Josh Malerman

Olá, pessoal! A editora Intrínseca lança neste mês de julho o livro Piano Vermelho, de autoria do escritor Josh Malerman, mesmo autor do bem sucedido Caixa de Pássaros.

Abaixo vocês conferem a capa e a sinopse do livro:

Sinopse: O novo thriller do autor do best-seller Caixa de pássaros.

Ex-ícones da cena musical de Detroit, os Danes estão mergulhados no ostracismo. Sem emplacar nenhum novo hit, eles trabalham trancados em estúdio produzindo outras bandas, enchendo a cara e se dedicando com reverência à criação — ou, no caso, à ausência dela. Uma rotina interrompida pela visita de um funcionário misterioso do governo dos Estados Unidos, com um convite mais misterioso ainda: uma viagem a um deserto na África para investigar a origem de um som desconhecido que carrega em suas ondas um enorme poder de destruição.

Liderados pelo pianista Philip Tonka, os Danes se juntam a um pelotão insólito em uma jornada pelas entranhas mortais do deserto. A viagem, assustadora e cheia de enigmas, leva Tonka para o centro de uma intrincada conspiração.

Seis meses depois, em um hospital, a enfermeira Ellen cuida de um paciente que se recupera de um acidente quase fatal. Sobreviver depois de tantas lesões parecia impossível, mas o homem resistiu. As circunstâncias do ocorrido ainda não foram esclarecidas e organismo dele está se curando em uma velocidade inexplicável. O paciente é Philip Tonka, e os meses que o separam do deserto e tudo o que lá aconteceu de nada serviram para dissipar seu medo e sua agonia. Onde foram parar seus companheiros? O que é verdade e o que é mentira? Ele precisa escapar para descobrir.

Com uma narrativa tensa e surpreendente, Josh Malerman combina em Piano Vermelho o comum e o inusitado numa escalada de acontecimentos que se desdobra nas mais improváveis direções sem jamais deixar de proporcionar aquilo pelo qual o leitor mais espera: o medo.

Previsão de lançamento: na fanpage da editora no facebook, consta o dia 05 de julho próximo, pessoal. Entretanto, verifiquem as datas disponíveis nas suas livrarias preferidas.

.:.Até mais, gente!.:.

Publicado em Curiosidades, Eventos, Romance, Suspense/Terror | Marcado com , , , , , , | 2 Comentários

Divulgação: A Senhora do Lago, de Andrzej Sapkowski

Olá, pessoal! A editora WMF Martins Fontes publicou neste mês de junho o primeiro volume do livro 7 da Saga do Bruxo Geralt de Rívia, A Senhora do Lago. E, sim, esta pessoa que vos escreve está devendo e muito resenhas dessa saga aqui no blog e está trabalhando para corrigir isso. Abaixo uma das capas, creio, a preferida por muitos leitores, e a sinopse do livro:

Sinopse: Fenômeno literário que inspirou a criação do game The Witcher. Enquanto Yeneffer permanece prisioneira e Geralt passa o inverno sob o charme de Fringilla, Ciri é projetada em um mundo paralelo ao penetrar na Torre da Andorinha. Agora, sob o domínio do elfo Avallac’h, ela só poderá ser livre se aceitar dar um filho ao rei dos Amieiros. A jovem conseguirá fugir para salvar seus amigos?

.:.Até mais, gente.:.

Publicado em Eventos, Fantasia e Ficção Científica, Romance | Marcado com , , , | 2 Comentários

Resenha: Desaparecido para sempre, de Harlan Coben

Título: Desaparecido para sempre

Título original: Gone For Good

Autor: Harlan Coben

Publicação: 2002 (originalmente)

Número de páginas: 366 páginas

Editora: Arqueiro

ISBN: 9788580410099

Nem me lembro quanto tempo faz que li Não conte a ninguém, meu primeiro contato com o trabalho do Harlan Coben, livro que desde já indico, embora eu lembre muito pouco da história em si, mas, sim, do sentimento pós leitura. Infelizmente, Não conte a ninguém não habilitou Harlan Coben entre meus autores favoritos, tendo em vista a falta de qualquer interesse da minha parte em procurar ler os demais livros do autor.

O desinteresse da minha parte nada tem a ver com o autor em si, mas com o fato de suspense/thriller/policial não ser o meu gênero literário preferido, embora eu tenha muitas recomendações de um amigo de facebook. Resolvi voltar a ler o autor depois de receber um email em que a pessoa me indicava dois livros, Desaparecido para sempre, objeto desta resenha, e Não fale com estranhos, cuja leitura será feita em breve. Continuar lendo

Publicado em Resenhas, Romance, Suspense/Terror | Marcado com , , , | 9 Comentários

Resenha: A Rainha do Fogo, de Anthony Ryan

Título: A Rainha do Fogo

Título original: Queen of Fire

Autor: Anthony Ryan

Número de páginas: 750 páginas

Publicação: 2017

Editora: Leya

ISBN: 9788544105016

O escritor escocês, Anthony Ryan, despontou como uma estrela em franca ascensão ao encantar leitores de todo o mundo com o elogiadíssimo Canção do Sangue, o primeiro volume da trilogia A Sombra do Corvo, que narra a saga de Vaelin Al Sorna, um protagonista incrível que nos é apresentado, tendo como cenário um mundo igualmente incrível, de proporções épicas, como poucas vezes já visto.

E em nossa resenha de hoje, a A Rainha do Fogo, o tão esperado desfecho deste ciclo que, para mim, foi uma verdadeira montanha-russa de emoções. Caros amigos viciados em livros, o primeiro volume da série, como eu disse em resenha a ele dedicada, foi uma das leituras mais impressionantes que já fiz na vida, com personagens marcantes, cativantes e, sobretudo, humanos, cada qual com suas virtudes e defeitos o que, quase que instantaneamente, cria um laço de empatia entre estes e o leitor, pois, facilmente, como em um espelho, nos vemos refletidos em nossos queridos protagonistas. Continuar lendo

Publicado em Fantasia e Ficção Científica, Resenhas, Romance | Marcado com , , , , , , | 4 Comentários

Recomendações: Laranja Mecânica e Imaro

Olá, pessoal! Hoje deixo mais duas recomendações de leituras bem bacanas, a primeira é um clássico da distopia, Laranja Mecânica, de Anthony Burgess, e o segundo se refere à mais uma aventura minha no subgênero espada e feitiçaria, Imaro, de Charles R. Saunders.

Laranja Mecânica, de Anthony Burgess:

Gente, que livraço! Conheci a história desse livro através do filme e, mesmo assim, não consegui não me impressionar com a narração de cenas já conhecidas por mim por conta da adaptação cinematográfica.

A história, de acordo com o que li no Reddit, já começa bem bizarra pelo fato do autor ter se baseado em um triste e asqueroso episódio sofrido por sua esposa. Na narrativa, conhecemos o jovem Alex, o narrador da história, dono de um gosto musical para lá de apurado, mas também dono de um talento incrível para violência. Junto com o seu grupo de amigos, por assim dizer, Alex comete uma série de infrações e crimes com requintes de crueldade alarmantes em alguém tão jovem.

Além desse fato, o livro traz uma ambientação bem próprias das distopias, ou seja, uma Inglaterra contaminada pela delinquência juvenil. Alex acaba preso e submetido a um tratamento, no mínimo, curioso, que serve para o leitor pensar no real comprometimento do Poder Público para o fim da violência, sem contar, que Alex escapa daquele tipo de jovem delinquente desestruturado, o que deixa a narrativa empolgante. Bom enredo, ótima narração e bom desfecho.

Imaro, de Charles R. Saunders:

Inspirado nos povos, lendas, mitologia, crenças e nas belezas naturais do continente africano, o livro conta a história do jovem Imaro e sua luta, em um primeiro momento, para ser aceito no povoado de sua mãe e desfazer a trama de um maligno feiticeiro.

O livro é o primeiro de uma série e se passa no mundo de Nyumbani. Todo o enfoque narrativo se apresenta de forma a dar mais enfase aos conflitos do personagem principal e ao que ele enfrenta, carregando uma atmosfera de aventura e magia bem próprios das narrações do estilo espada e feitiçaria. Para os leitores da fantasia épica mais tradicional, pode não ser tão agradável, mas é uma excelente maneira de conhecer um cenário diferente dos castelos e paisagens pseudo-europeias presentes na maioria das obras.

O autor apresenta diversos povos e suas diferenças de aparência e cultura, assim como, as diferentes paisagens naturais, além da bela interação homem natureza, ou seja, o que cada povo aproveita do ambiente no qual vive.

Há também questões mágicas e mitologia envolvidos, mas não com tanta ênfase quanto eu esperava, o que acabou tornando a leitura desinteressante em alguns trechos nos quais eu gostaria de saber mais, porém, o livro deve ser encarado, porque o é, como o começo, a introdução de uma história maior.

Quanto aos personagens, pelo fato de ser o primeiro livro, fica muito claro que o autor quis ser mais econômico e em alguns trechos eu fiquei com a sensação de algo faltando, mesmo sabendo que cada capítulo, na verdade, é um conto.

De qualquer maneira, vale o seu tempo se espada e feitiçaria é o seu estilo de narrativa preferido e para o leitor que deseja ler algo menos pseudo-europeu.

Não consegui achar publicações em português. Talvez alguma editora se interesse, embora eu ache bem difícil. Pelo menos, para quem quiser se aventurar, a série, que tem quatro livro, já está finalizada.

.:.Até mais, gente!.:.

Publicado em Curiosidades, Fantasia e Ficção Científica, Romance | Marcado com , , , , , , , , | 2 Comentários

Este blog x Mercado Editorial Brasileiro

Olá, pessoal! Quanto tempo? As coisas do lado de cá estão uma correria e o resultado são menos publicações. Sorry!

Bem, o título deste post é bem click bait, assumo, mas vai está perfeito para o que eu quero dizer sobre mercado editorial brasileiro e a minha suposta evolução, de acordo com o leitor que chamarei de F. Preparados? Lá vai:

Este blog, os seus administradores e resenhistas não têm qualquer compromisso, entenda-se, obrigação, de publicar divulgações do mercado editorial brasileiro.

Mas isso é um blog brasileiro! Que absurdo! Não, não é (um absurdo, quero dizer, hehe). E sabe por quê? Porque nas editoras  existem profissionais responsáveis pelo setor de marketing da empresa.

Ah, mas este blog publica divulgações, lançamentos e resenhas de livros nacionais, estrangeiros ou brasileiros! Sim, e continuaremos. A questão é que algumas pessoas não entendem, mas é bem fácil de compreender o que acontece neste espaço: publica-se aqui divulgações, resenhas e lançamentos, além de recomendações, de obras. Puro e simples!

Então, como administradora deste blog, tenho imenso orgulho em dizer que sou bastante atrasada, pois continuarei a ler as obras no idioma que eu achar mais conveniente para a minha leitura. Se saiu ou não aqui no Brasil será mencionado, mas se eu me lembrar e com o intuito de passar para vocês a existência dessa obra. Não é para agradar essa ou aquela editora brasileira.

Acho show as editoras brasileiras acordarem para vida, essas sim, na minha opinião, estão evoluindo bastante, e trazendo conteúdo de primeira para nós; e isso continuará, também, a ser mostrado aqui.

Eu ou qualquer blogueiro que lê obras em língua estrangeira, ao falarmos de livros das editoras brasileiras, não estamos em evolução, não somos e nunca fomos piores do que ninguém. Assim, como ler em inglês, espanhol, francês, etc, não me faz a melhor leitora do mundo. Optamos por ler assim, por buscar a obra no seu original se possível ou em uma tradução mais agradável, mesmo que não seja a tradução brasileira. Qual o problema? Ora, claro que nenhum.

Se o problema de alguns de vocês são com as minhas resenhas de livros em sua forma original, se publicados em inglês, pena, pois continuarei a minha leitura de obras de autores como Martin, Hobb, Lynch, Rothfuss, Stephen King, entre outros, dessa forma: em inglês. E evoluí, pois consegui ler uma novela do King todinha em alemão e publiquei a resenha aqui. Prefiro ler no original quando eu puder, mas não obrigo ninguém a fazer o mesmo.

A literatura nacional, as traduções e os originais não serão desprezados neste blog, não se preocupem, só peço para que não pensem que alguns de vocês se acham no direito de mandar na forma e no idioma da leitura de alguém. Porque vocês não têm esse direito. Muito menos chegarem aqui e quererem dar uma de leitor brasileiro primeiro e único defensor do mercado editorial brasileiro contra blogueiros que leem pouco em português e achar que podem definir se alguém, que vocês nem conhecem, evoluiu ou não em algum aspecto bizarro que passa em suas mentes.

Obrigada a todos que respeitam as minhas escolhas de leituras e sempre acompanham as novidades. Convido os demais a darem uma chance para o blog e desfrutar do grande número de livros em português já mencionados neste espaço. Afinal, tudo o que queremos e ter boas leituras!

.:.Até mais, gente.:.

Publicado em Curiosidades | 4 Comentários

Divulgação: O Livro do Juízo Final, de Connie Willis

Olá, pessoal! No mês de junho, a editora Suma de Letras Brasil lança a obra da renomada autora Connie Willis, O Livro do Juízo Final.

Originalmente lançado em 1992, sob o título Doomsday Book, o livro rendeu à autora premiações importantes, entre elas os prêmios Hugo e Nebula. Além disso, a história faz parte do universo Oxford Time Travel, composto pela noveleta Fire Watch (1982) e pelos romances To Say Nothing of the Dog (1998), Blackout (2010) e All Clear (2010).

Abaixo, capa e sinopse:

Sinopse: Para Kivrin, que se prepara para um estudo de campo em uma das eras mais mortais da história humana, viajar no tempo é tão simples quanto tomar uma vacina — desde que seja uma vacina contra as doenças encontradas na Idade Média. Já para seus professores, isso significa cálculos complexos e um monitoramento constante para garantir o reencontro.

No entanto, uma crise de proporções inimagináveis pode colocar o futuro de Kivrin, e de todo o Reino Unido, em perigo. Seu professor mais próximo, o sr. Dunworthy, fará de tudo para resgatá-la. Mas até que ponto é possível desafiar a morte?

De 1300 a 2050, Connie Willis faz um trabalho magnífico na construção de personagens complexos, densos e pelos quais é impossível não sentir empatia. O livro do juízo final é ao mesmo tempo uma incrível reconstrução histórica e uma aula sobre o poder da amizade.

Fonte: Amazon BR.

.:.Até mais, gente!.:.

Publicado em Curiosidades, Eventos, Fantasia e Ficção Científica | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Resenha: Aníbal, de Ross Leckie

Título: Aníbal

Título original: Hannibal

Autor: Ross Leckie

Publicação: 2004

Número de páginas: 246 páginas

Editora: Ediouro

ISBN: 850001315-x

Hannibalis ad portas, “Aníbal está às nossas portas”, este era o prenúncio do terror inominável, o grito de pânico que precedia a chegada daquele que foi considerado o maior inimigo da república romana. Nascido na grande cidade de Cartago, no norte da África, em 247 a.C, Aníbal Barca – filho de Amílcar – era o herdeiro de uma linhagem de nobres guerreiros e notabilizou-se por empreender façanhas até então inimagináveis como, por exemplo, transpor as cordilheiras dos Pirineus e dos Alpes com dezenas de milhares de soldados, cavalos e elefantes. Continuar lendo

Publicado em Ficção Histórica/Romance Histórico, Resenhas, Romance | Marcado com , , | Deixe um comentário

Divulgação: Os Despossuídos, de Ursula K. Le Guin

Olá, pessoal! Passando para deixar a divulgação de mais um livro da maravilhosa Ursula K. Le Guin. Trata-se do livro Os Despossuídos, que chega às livrarias brasileiras na segunda quinzena deste mês de maio pela editora Aleph e que já está em pré-venda.

Abaixo, como sempre, vocês conferem a capa e a sinopse:

Sinopse: Ganhador do prêmio Nebula de melhor romance em 1974, além do Hugo e do Locus em 1975, Os Despossuídos lida com temas fundamentais a sua época, como o capitalismo, o comunismo russo e o anarquismo, além dos conceitos de individual e coletivo. O romance se passa em dois planetas-gêmeos, Uras e Anarres, com sistemas políticos opostos e prestes a entrar em conflito, numa alusão à Guerra Fria.

Fonte: aleph.com.br e facebook.com/editoraaleph/

.:.Até mais, gente!.:.

Publicado em Eventos, Fantasia e Ficção Científica, Romance | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário