Resenha: Böser kleiner Junge, de Stephen King

boeser-kleiner-junge-coverTítulo: Böser kleiner Junge

Autor: Stephen King

Número de páginas: 62 páginas

Publicação: 14 de março de 2014

Editora: Heyne

ISBN: 9783641141769

Ou em bom português, Garotinho Malvado/Malcriado (tradução livre) é um conto de suspense e horror publicado em versão digital em alemão (Böser kleiner Junge) e francês (Sale Grosse). Segundo Stephen King foi uma forma que ele encontrou de homenagear os leitores de língua alemã e francesa (que tal homenagear os seus fãs brasucas, hein, tio Stevie?).

A história se passa em um presídio, durante a visita de Leonard Bradley ao seu cliente George Hallas, condenado à pena de morte, que finalmente resolve contar tudo sobre o que o fez cometer o crime pelo qual foi condenado.

George alega que a sua vida não foi mais a mesma desde a aparição de um estranho garoto durante o período em que George era também uma criança. O estranho garoto começou por arruinar a amizade de George com Marlee, garota que sofria transtornos mentais. O garotinho malvado passou a aparecer de tempos em tempos, sempre com a mesma aparência, mesmo depois de George ter se tornado um adulto, sempre ocasionando acontecimentos bizarros na vida do presidiário que outra opção não teve a não ser tentar acabar com aquilo de uma vez por todas e da forma mais extrema que conseguiu imaginar.

Durante o desenvolvimento do conto, o texto deixa em aberto se a história de George é mesmo mais um daqueles acontecimentos bizarros presentes em diversas obras de Stephen King ou se é apenas uma desculpa esfarrapada de quem cometeu um crime brutal e agora irá pagar por isso e não tem mais nada a perder.

Como de costume nas obras do King, tem-se no conto alguns trechos que descrevem bem a vida social e as mazelas da sociedade americana nas diferentes épocas nas quais a história se passa.

O desfecho acaba por ser também uma questão aberta sobre a autenticidade do que o George contou ao seu advogado ou se se trata de uma alucinação do personagem envolvido na cena final. O que posso dizer é para os fãs do autor é mais um excelente trabalho e faz recordar o Stephen King dos velhos tempos. Portanto, recomendo muito a leitura.

Para quem não pode ler em alemão ou francês, o conto foi publicado, em 2015, na coletânea The Bazaar of Bad Dreams, sob o título Bad Little Kid. Aqueles que podem ler apenas em português terão a oportunidade de ler o conto nessa mesma coletânea a ser publicada pela Suma de Letras Brasil no ano que vem.

.:.Até mais, gente!.:.

Anúncios

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Fantasia e Ficção Científica, Resenhas, Stephen King, Suspense/Terror e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s