Resenha: Rei e o Monstro Gigante, de Dulcelino Neto

rei-monstro-gigante-coverTítulo: Rei e o Monstro Gigante

Autor: Dulcelino Neto

Publicação: 2015

Número de páginas: 22 páginas

Editora: publicação independente

ASIN: B00WVGDEFE

Rei, uma garota de oito anos de idade, está passando por um período triste em sua jovem vida, enquanto a sua terra natal está prestes a ser invadida por um monstro.

Essa é a premissa da história, porque o que eu li e tenho certeza que vocês lerão – e como eu, adorarão – é como o autor consegue montar uma linda história de superação de perdas, humilhações e transformações bem ao estilo dos contos e lendas japonesas.

Em poucas páginas e com ambientação perfeitamente escrita para um texto mais curto, Dulcelino nos faz conhecer a jovem Rei, uma menina que enfrenta de forma madura uma perda. Temos aquele sentimento expressado de forma infantil, onde tudo ganha dimensões mais dramáticas, bem ao estilo do que uma criança sente ao passar por um período difícil. E temos, também, a linda superação, com uma maturidade e sabedoria tão bem narradas que não forçadas, pelo contrário, acredita-se que uma criança tenha essa sabedoria para enfrentar problemas.

No mundo no qual vivemos, não é difícil encontrar crianças assim, que nos ensinam, a nós adultos, muito mais do que qualquer ancião aprendeu a sua vida inteira.

Em paralelo, temos a narrativa de outro personagem, que diferentemente de Rei, mas tendo períodos difíceis também, mostra o outro lado de um enfrentamento e acaba por se tornar algo reflete a sua tristeza, amargura, raiva e sentimento de vingança. Confesso que foram as partes da narrativa que mais gostei.

Tudo isso ganha ainda mais sensibilidade por ter a cultura japonesa, uma das mais lindas expressões de sabedoria das culturas mundiais, como pano de fundo, muito bem contextualizada pelo autor e que ajuda a dar o tom certo de drama e tensão ao texto, sem que certos trechos fiquem por demais forçados, afinal, haverá sim, como nas lendas japonesas, uma linda mensagem de superação e respeito.

Com toda a certeza, Rei e o Monstro Gigante foi uma das melhores leituras deste ano de 2016 e recomendo a todos vocês.

Para finalizar, lembro a vocês que resenhei outro trabalho do Dulcelino, A Alma Perdida: Muito Além do Oeste, e deixo também a recomendação a mais dois ótimos trabalhos do autor: Zumbis em uma nave espacial e Leito hospitalar. Dois contos que li e gostei muito e que mostram a versatilidade do autor como escritor. O Dulcelino também participou da coletânea de história Dracomics Shonen – Volume 1, publicado pela editora Draco. Todos os trabalhos podem ser adquiridos através do site Amazon.

.:.Até mais, gente!.:.

Anúncios

Sobre Cassy Teodoro

Administradora e resenhista deste digníssimo blog. Aes Sedai da Ajah Verde, Curadora das Crônicas da Torre Branca e fiel ao Lorde Dragão Rand al'Thor.
Esse post foi publicado em Fantasia e Ficção Científica, Resenhas, Romance e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Resenha: Rei e o Monstro Gigante, de Dulcelino Neto

  1. Novamente, muito obrigado por sua ajuda e fico feliz que você também tenha gostado desse conto. Como de costume, se tiver com tempo, não deixe de colocar sua nota no Skoob ou na Amazon (=

    Feliz Ano Novo o/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s